image/svg+xml image/svg+xml

Remédio de verme para cachorro: como e quando dar

remedio-de-verme-para-cachorro

Quem é ou quer ser mãe ou pai de um animal de estimação deve saber da importância dos remédios de verme para cachorro. Isso porque esses seres invertebrados, além de desagradáveis, causam sérios transtornos aos bichos e a toda a família. Diarreia, sangue nas fezes, dores e vômitos são alguns exemplos de sintomas que o seu cachorro pode vivenciar caso seja contaminado.

O vermífugo para cães atua tanto na prevenção, como no tratamento. Por isso é crucial saber como e quando dar essa medicação – sempre se atentando às doses e periodicidade prescritas pelo veterinário.

Para que serve o remédio de verme para cachorro?

O remédio de verme para cachorro acumula as funções terapêutica e de prevenção. Quando a presença de parasitas é diagnosticada no pet, um vermífugo para cães é recomendado para exterminar o problema. Ele deve acompanhar um tratamento adequado ao tipo de parasita e aos sintomas causados.

Na função preventiva, a vermifugação periódica elimina um possível verme instalado no organismo canino que ainda não tenha se manifestado. Isso porque, às vezes, não há sinais da infecção e, mesmo assim, um parasita está habitando o animal. Portanto, caso o seu peludo esteja contaminado, o vermífugo para cães elimina e impede o desenvolvimento desse intruso.

Com qual frequência devo dar remédio de verme para cachorro?

Quando o pet entra para a família, é importante administrar o remédio de verme para cachorro. Especialmente se for filhote, quando o cuidado deve ser maior por estar mais suscetível a contrair parasitas e doenças. Por isso, o procedimento é indispensável e precisa ser seguido cuidadosamente. Em geral, a vermifugação começa a partir da segunda semana de vida do filhote, sendo administrada a cada 15 dias.

Quando o filhote tiver 12 semanas, a medicação passa a ser dada somente uma vez por mês. Na fase adulta, é suficiente para o seu amigo de quatro patas tomar o vermífugo para cachorros a cada seis meses.

Esse protocolo pode variar de acordo com uma série de condições do animal. O veterinário vai avaliar o seu pet e determinar a frequência e o vermífugo para cães mais indicado.

Como escolher qual o melhor vermífugo para cães?

Existe uma grande variedade de remédios de vermes para cachorros. São tantas marcas, tipos e preços que saber qual o melhor vermífugo para cães é um grande desafio. Embora muitos sejam comercializados livremente, a prescrição veterinária é imprescindível.

O veterinário indica o vermífugo para cachorro ideal levando em consideração alguns fatores. Informações como se há infecção ou não, qual tipo de verme, nível de saúde, tamanho, idade, sexo, local onde reside, risco de contágio, entre outros, orientam a escolha da medicação certa, dosagem e periodicidade.

Caso o seu pet esteja contaminado, o remédio é determinado de acordo com a verminose presente. Para identificar, o veterinário analisa os sintomas e os sinais clínicos e solicita um exame parasitológico de fezes.

Embora a palavra “exame” assuste muitos tutores, não é nenhum bicho de sete cabeças. Afinal, o veterinário só quer o bem do seu cachorro. Então, fique tranquilo! O uso dessa ferramenta é importante e imprescindível para saber qual é o tipo de verme a ser combatido. E, assim, recomendar o vermífugo específico e o tratamento adequado para restabelecer a saúde do cão.

Como dar remédio de verme para cachorro?

Em geral, o remédio de verme para cachorro é administrado via oral, por comprimido ou líquido. Existe também uma opção de vermífugo que atua por absorção da pele (incluindo uma fórmula antipulgas) mas só cobre verminoses específicas. Por isso é tão importante seguir a recomendação do veterinário, que ainda pode oferecer alternativas para que você eleja a que tenha mais chance de sucesso com o seu cão.

Quem opta pelos comprimidos, pode utilizar algumas técnicas que ajudam na hora de dar remédio ao cachorro. Há ainda comprimidos mastigáveis com sabor mais atrativo, que podem ser uma ótima saída para facilitar essa missão. Caso escolha a forma líquida do vermífugo para cachorro, o ideal é ofertá-la através de uma seringa. Em todos os casos, certifique-se que o seu pet ingeriu tudo. A ingestão da dose correta garante o efeito desejado.

Verme de cachorro passa para os humanos?

Sim, verme de cachorro passa para os humanos e vice-versa! Existe uma série de doenças infecciosas, chamadas de zoonoses, que podem ser transmitidas dos animais para as pessoas. E, infelizmente, nessa lista figuram os abomináveis parasitas, como a lombriga. Portanto, é preciso ter cuidado.

Isso quer dizer que é preciso estar atento para evitar a proliferação dentro de casa. Embora sejam doenças contagiosas, compartilhar a mesma enfermidade também sinaliza falta de cuidados. Manter hábitos de higiene pessoal, limpeza adequada e administrar corretamente o vermífugo para cachorro são atitudes que protegem a todos. Aliás, a vermifugação ajuda, inclusive, a combater protozoários como a giárdia, que é uma grave zoonose (mas não é verminose!).

Lembre-se que quando um transtorno desse acontece, a família inteira sofre e é sempre melhor prevenir do que remediar.

Como prevenir verme em cachorro

O vermífugo para cães ajuda na prevenção, eliminando o verme mesmo antes dos sintomas aparecerem. Porém, a medicação não impede a contaminação. É necessário ainda que outras medidas sejam tomadas. Isso vale tanto para cachorros infectados, destruindo ovos e larvas, como também para evitar que a infecção aconteça.

Confira algumas dicas:

  • Evite o contato com animais e pessoas infectadas e seus dejetos (fezes, vômito, etc.).
  • Deixe seu pet longe de locais suspeitos ou contaminados.
  • Livre-se de pulgas, piolhos, ratos, mosquitos, entre outros, pois eles transportam os vermes e transmitem doenças.
  • Siga corretamente a prescrição do remédio de verme para cachorro devidamente recomendada pelo veterinário.
  • Não permita a caça, nem o contato com animais mortos ou carniças, nem coma carne crua.
  • Mantenha a sua casa limpa e tome cuidado com o lixo para não atrair ratos. Se o seu cachorro for infectado, além do tratamento, efetue a higienização correta do local. Exterminar o parasita, as larvas e os ovos evita novas contaminações.
  • Forneça água de qualidade e mantenha a higiene do pote. Não deixe seu cachorro beber em poças d’água! Também é fundamental evitar o compartilhamento de água, pois algumas doenças podem ser transmitidas dessa maneira.

Remédio de verme natural para cachorros

Alguns alimentos podem complementar a ação dos vermífugos para cachorro e reforçar as medidas preventivas. As sugestões de remédio natural abaixo ajudam de modo preventivo e na redução dos vermes no organismo do animal (mas não eliminam a necessidade da medicação!).

  • Cenoura, agrião, mamão e coco ralado:o intestino se torna menos propício para os vermes se hospedarem.
  • Camomila:ajuda a diminuir a quantidade de vermes.
  • Semente de abóbora:previne e ajuda a expulsar os vermes.
  • Homeopatia: para quem prefere a linha mais natural, existem remédios homeopáticos para controle de vermes em cães.

Gostou do artigo? Então confira as vacinas de cachorro que devem ser dadas todo ano.

Gostou? Compartilhe!