image/svg+xml image/svg+xml

Cachorro com diarreia: o que fazer?

cachorro-com-diarreia

Cachorro com diarreia: o que pode ser?

Cachorro com diarreia é algo bastante comum. Quem é mãe ou pai de cachorro pelo menos uma vez na vida vai se deparar com aquele cocô nada agradável para limpar. São diversas as razões que podem provocar esse problema, que vão desde a adaptação à nova alimentação e ingestão excessiva de grama, aos casos mais graves, como doenças e parasitas. É preciso estar atento a todos os sinais para saber o que fazer e informar o veterinário.

O que fazer quando meu cachorro está com diarreia

Como ajudar o cachorro com diarreia? Veja algumas dicas do que observar e como agir:

Preste atenção em cada detalhe do cocô

Antes de agir diante do cachorro com diarreia, é preciso entender a causa. Portanto, o primeiro passo é prestar atenção nas fezes – por mais nojento que isso seja. A consistência e a coloração podem revelar muita coisa sobre o que está acontecendo com o seu cachorro. Um cocô verde, por exemplo, dá indícios do consumo excessivo de grama, ou então uma doença na vesícula biliar.

Observe também o formato, o tamanho e o que tem nas fezes. Verifique se há alguma pista de algo ingerido, como um alimento, planta, objeto, ou então indícios da presença de algum parasita, entre outros sinais. Examine com cuidado e anote tudo. Cada detalhe se tornará munição para descobrir a causa e tratar o seu cachorro o quanto antes.

Observe a frequência e a maneira como cachorro faz cocô

Outro importante dado para identificar a razão da diarreia no cachorro é a frequência e a maneira como ele faz cocô. Pequenas quantidades expelidas com esforço, e várias vezes em um curto período, podem sinalizar um processo inflamatório. Quando o volume de fezes é grande, o problema pode estar no intestino delgado.

Verifique se há algum outro sintoma

Cachorro com diarreia é comum e nem sempre é motivo de preocupação. Mas, quando dura muitos dias e aparece associada a outros sintomas, a situação pode ser bem mais crítica. Vômito, fraqueza, cansaço, febre, letargia, desidratação e palidez na gengiva indicam a necessidade de uma visitinha ao veterinário.

Hidratação e jejum podem ajudar

O cachorro com diarreia perde muita água e isso acaba debilitando outras funções e causando novos problemas. Portanto, é fundamental oferecer água e mantê-lo hidratado.

Em alguns casos, o jejum pode ser recomendado para limpar o organismo, fazendo com que o aparelho digestivo volte a funcionar normalmente. Para isso, é preciso parar a alimentação por 12 a 24 horas e fornecer apenas água em pequenas quantidades de forma frequente.

Mas a técnica é válida somente para cachorros bem saudáveis. Devido à saúde frágil, é inapropriada para filhotes e cachorros idosos, bem como para cães de pequeno porte, que por não terem reservas físicas podem se debilitar ainda mais. Sempre consulte um veterinário para escolher a melhor opção para o seu animal.

Prepare uma comida leve para o cachorro com diarreia

Após o jejum e para restabelecer a saúde do animal, a alimentação deve ser reintroduzida aos poucos e feita de forma leve. Nesse quesito uma ótima pedida é servi-la em pasta, a fim de melhorar a consistência das fezes. Confira algumas sugestões simples para fazer em casa:

– Batatas cozidas sem casca e sem tempero.

– Arroz branco cozido sem tempero e sem óleo.

– Água de arroz (cozinhe o arroz com bastante água até que o líquido fique denso, depois retire os grãos e adicione uma pitada de caldo de carne caseiro para que fique um pouco mais atrativo).

– Frango cozido sem pele.

Vale lembrar que não existe um método único e cada cachorro responde bem a um tipo de comida.

Causas e tratamento para cachorro com diarreia

Das mais simples às mais complexas, são diversas as razões para a diarreia em cachorros:

– Alimentação: comer algo diferente (que ele achou no lixo ou uma comida nova), tóxico ou venenoso (substância ou uma planta tóxica), engolir algum objeto (pedra, brinquedo), mudar de dieta.

– Vírus, bactérias e parasitas: todos esses “intrusos” podem prejudicar a saúde do animal e causar sérias infecções.

– Medicamentos: o uso de medicamentos também pode causar reações adversas como a diarreia, e isso pode estar dentro da normalidade ou não.

– Doenças: sinais de doenças nos rins, fígado, intestino e até mesmo câncer. Pode ser ainda um sinal de intolerância a um tipo de alimento ou alergia.

– Estresse e problemas emocionais: às vezes, a causa não é física, mas sim, emocional.

O que observar no cachorro com diarreia antes de ir ao veterinário

É difícil saber quando é o momento certo para levar o cachorro com diarreia ao veterinário, uma vez que é algo comum. Por isso, a observação dos seguintes pontos pode ajudar a mensurar a gravidade do problema:

– Diarreia que perdura por vários dias e/ou muito frequente.

– Presença de outros sintomas como vômito, fraqueza, cansaço, febre, letargia e palidez na gengiva.

– Uso de medicação ou tratamento de alguma doença.

– Se o cachorro já possui alguma doença ou condição que exija atenção.

– Sinais de desidratação (como língua e gengiva seca, falta de energia, indisposição).

Antes de ir ao veterinário, tenha nota do maior número de informações possíveis: quando começou, como são as fezes, mudança de comportamento, alteração na rotina ou alimentação, bem como outros sintomas. Tudo isso irá ajudar o especialista a descobrir a causa e tratar a doença.

Esse artigo te ajudou? Então confira como dar remédio para o cachorro de um jeito simples.

Gostou? Compartilhe!

Vai viajar? Deixe seu cãozinho em um lar amoroso como o seu com a DogHero!

Saiba mais