image/svg+xml image/svg+xml

Cachorro triste: saiba como ajudá-lo a se sentir melhor

Cachorro triste golden retriever

Cachorro triste é uma realidade ou invenção? Assim como os humanos, cachorros podem ficar tristes, sim. Aliás, eles são dotados de um grande repertório de emoções – e esse é um dos principais motivos que os tornam grandes companheiros para as famílias. E, até certo ponto, esse comportamento pode ser um recurso que o cão descobriu para obter o que deseja. Ele sabe que nós não resistimos àquela carinha de pidão sofredor!

Conhecer bem o seu cachorro é fundamental para que você possa distinguir os momentos em que é preciso agir, como quando ele pode estar manifestando depressão canina, das vezes em que ele está tentando te manipular. Se houver algum problema, quanto antes detectado, mais rápido poderá ser resolvido para devolver a alegria do lar.

Um cachorro triste pode ter vários motivos, que devem ser solucionados antes que esse sentimento se torne habitual. Isso pode até mesmo comprometer a saúde do animal porque passa a interferir na alimentação, sono e atividades diárias.

Meu cachorro está triste?

Os primeiros sinais de que seu cachorro pode estar triste se manifestam pelos olhos e face. Além disso, ele também pode chorar, o que até certo ponto é normal. De acordo com a dog walker Renata Ragazini, que também é especialista em comportamento de cachorros, os sintomas associados à depressão canina incluem:

  • Mudança brusca de comportamento, permanecendo isolado em um canto da residência;
  • Automutilação, mordendo extremidades como patas e rabo;
  • Lamber o nariz, se coçar ou bocejar com frequência;
  • Perda de apetite.

Cachorro triste: o que pode ser?

Um ponto que deve ser levado em consideração é: cachorros são animais extremamente empáticos. Sendo assim, eles podem estar manifestando o mesmo sentimento que percebem em seus tutores. Observe seu próprio estado emocional para avaliar se a tristeza do seu cachorro não é um reflexo seu. Outra pista que ele pode dar é tentar te animar, mesmo parecendo “pra baixo”. Se não for esse o caso, Renata explica: “A tristeza pode se manifestar nos cães e geralmente está associada a outras questões como apatia, fobia e ansiedade”.

As causas mais comuns envolvem solidão por conta da perda de um ente querido, de outro animal da família ou mesmo de seu brinquedo favorito. Uma mudança de ambiente, por exemplo de uma casa com grande quintal para um apartamento, pode representar uma significativa perda de território para explorar. Falta de atenção e tédio também deixam um cachorro triste.

Se você não puder associar a tristeza do seu pet a alguma dessas situações, vale a pena levá-lo ao veterinário para verificar se ela não está ligada à algum problema de saúde.

cachorro triste American Staffordshire terrier

Como alegrar um cachorro triste?

Se você notar seu cachorro triste, deve fazer o que estiver ao alcance para animá-lo. A saída mais eficiente é manter um ambiente saudável e tranquilo, sem grandes tensões e brigas entre os membros da família. Isso não faz bem a ninguém, inclusive ao seu amigo de quatro patas. Também é fundamental evitar mudanças muito súbitas na vida dos cães. Procure manter uma rotina em relação a:

  • Alimentação;
  • Brincadeiras;
  • Enriquecimento ambiental;
  • Atividade física;
  • Companhia.

Passeios podem ser a solução!

Imagine se você ficasse o dia todo em casa, trancado, sem internet, sem telefone, sem televisão, sem fazer nada. Certamente você se sentiria triste, não é mesmo? “Assim como nós, os cães são sociais, gostam de encontrar outras pessoas, outros cães. Os passeios promovem a socialização, gastam energia, reduzem o estresse, aliviam o tédio e por consequência, melhoram o humor dos cachorros”, destaca Renata.

O passeio está no topo da lista dos motivos que deixam um cachorro feliz. É uma atividade crucial para a saúde física e psicológica do peludo e uma solução simples para a maioria dos problemas comportamentais que eles podem apresentar. E não importa se ele vive em uma casa com um grande quintal, ou mesmo em uma chácara – o cão precisa explorar além dos limites de seu território.  Então, procure sempre variar o percurso, estimulando seu cachorro e mantendo-o tranquilo.

Se a sua agenda não permite, você pode contar com um dog walker para manter seu cãozinho saudável. O aplicativo da DogHero indica o passeador ideal, personalizado de acordo com as características do seu cachorro. E são apenas dog walkers de confiança na plataforma!

Uma grande vantagem de optar por um passeador DogHero é que você não perde seu cachorro de vista nem um minuto: o passeio é rastreado por GPS do começo ao fim. Além disso, você também conta com Garantia Veterinária. Se seu cão passar mal ou se machucar durante o passeio, a DogHero reembolsa os gastos com veterinário em até R$ 5 mil. Se quiser saber mais, acesse o site e veja todos os detalhes do serviço.

Se você quer saber hábitos indispensáveis para ver seu cachorro feliz e saudável, confira esse artigo!

Gostou? Compartilhe!

Busca passeadores ou anfitriões que hospedam cachorrinhos? Conheça a DogHero!