image/svg+xml image/svg+xml

Passear com cachorro: veja por que é tão importante

passear com cachorro é importante

De vez em quando é bom sair e curtir um pouco a vida. Se para você isso é essencial, a fim de manter o equilíbrio diário, imagine para o seu cachorro! Se nós, sobre duas pernas, já temos um nível considerável de energia e necessitamos gastá-la, ele então, sobre quatro patas… se possível iria para a China numa corrida só e ainda te levaria junto! Passear com cachorro é um exercício físico e mental para o animal e contribui para desenvolver várias habilidades motoras e psíquicas necessárias para um bom relacionamento entre ele, você e a sociedade.

Um cachorro preso dentro de casa não faz bem nem a ninguém. Isso influencia na saúde do animal e, consecutivamente, no bem-estar de todos. E o seu cãozinho faz parte da família, não é? Então, o relacionamento entre vocês depende dos mesmos mecanismos que mantêm a família sempre unida: boas conversas, companheirismo, amor e, claro, bons passeios! Sendo assim, é importante passear com cachorro por inúmeras razões.

Dê uma olhada nesse vídeo que fizemos em parceria com o Alexandre Rossi, especialista em comportamento animal e pai do Estopinha e do Barthô:


Benefícios de passear com cachorro

Quando o nosso amigo peludo e de nariz gelado está entediado, é melhor correr para as colinas! É muita energia: o cachorro quer correr, pular em cima de você, te lamber, morder (às vezes forte demais), te derrubar etc. É a hora de passear com cachorro e levá-lo para respirar novos ares além do ar-condicionado do seu apartamento. Ver outros focinhos, especialmente que topem brincar com ele, também é uma boa!

Isso porque seu cachorro é como uma criança: ele tem energia de sobra, que se renova rapidamente! Então, fique por dentro dos benefícios de passear com cachorro e assim acalmar os ânimos desse pequeno atleta.

Acalma o cachorro

Se você se pergunta como fazer o cachorro parar de comer os móveis da casa, essa pode ser a solução. Como um milagre, seu amigo de quatro patas vai se acalmar e deixar de comer a mobília ou de “brincar de demolição”, querendo levar tudo e todos ao chão. É um raciocínio simples: se há muita energia acumulada, o melhor jeito de resolver isso é… gastando! Uma corridinha básica ou passeio ajuda a controlar o ímpeto atlético do cachorro e reduz a agressividade. Não se esqueça que seu cachorro sente tédio e ansiedade tanto quanto você.

Socializa

Ao passear com cachorro, o peludo parece alguém atrasado para pegar o ônibus? Ele sai correndo e, consecutivamente, te leva junto nessa agonia? Ou ele é o tipo de cachorro “no flashes, please!”, que não socializa com ninguém, nem mesmo com outros cães? Quando você o leva para passear, ele aprende dois princípios fundamentais da vida em sociedade: paciência e amizade.

Pode parecer até brincadeira afirmar isso, mas seu cãozinho tem instintos. Logo, você deve ensiná-lo a se controlar e a ter de fato paciência quando estiver andando pela rua. Do contrário, além de ele derrubar tudo e todos, o passeio com cachorro acaba frustrado e nada de útil terá sido absorvido no fim das contas. Ensinar o cão a respeitar o espaço do outro faz um tremendo bem ao espaço dele mesmo, porque assim seus limites ficam mais definidos e conhecidos.

E, no quesito networking animal, o campo das amizades só tende a aumentar e melhorar. Todos sabemos que os cães conversam entre si, latindo um ao outro, como se fosse um “opa, amigão! Como vai?”. Então, imagine passear com cachorro, levá-lo para conhecer o habitat de outros colegas, colocando-os para interagir e, assim, ajudá-lo a se sentir mais amado? Que presente, né?

Promove saúde

Se isso acontece com a gente quando nos exercitamos, vai acontecer com ele também. É importante passear com cachorro porque exercício físico emagrece, estabiliza o sono e promove a saúde muscular. Além disso, deixa melhor uma série de aspectos químico-hormonais no organismo do animal, como um intestino regulado ou uma estrutura corporal mais resistente.

Como passear com cachorro

Ao arrumar seu cachorro para passear, com uma coleira corretamente ajustada, você também deve se preparar física e mentalmente. Certifique-se que tanto o animal quanto você estão devidamente prontos para sair e se divertir pelas calçadas e parques. Alguns cachorros podem puxar demais a guia durante a atividade, o que pode exigir treinos de disciplina e até mesmo o contato com um adestrador.

Antes de mais nada, veja se o dia não está muito quente para passear com cachorro. O chão não pode estar com temperatura muita alta porque pode causar queimaduras nas patas. Para saber se passou do ponto, é fácil. Toque o chão com a sua mão ou pé e se estiver muito quente para você, também está para o cachorro. E mesmo a temperatura esteja boa, caminhe pela sombra se houver muito sol.

Além disso, leve água e ração (dependendo do tempo em que estarão fora) para saciá-lo e agradá-lo. Uma das razões importantes de passear com cachorro é fortalecer a autoestima dele. Incentivar com pequenos petiscos e faz com que ele se sinta confortável para repetir bons comportamentos apresentados durante o passeio.

E, por fim, organize a rotina de exercícios para que ele não se canse muito. O tempo ideal de atividade vai depender da raça e da personalidade do cachorro – confira o guia de raças para conferir o do seu. Se possível, tente se exercitar com ele! Assim, ambos vão encontrar incentivo um no outro para manter um estilo de vida alegre e saudável, estreitando os laços de amizade e amor.

Não tenho tempo para passear com cachorro: o que fazer?

O que fazer quando não tenho tempo para passear com cachorro? Se você entendeu os benefícios do passeio, mas não consegue encontrar uma brecha na agenda para isso, tudo bem: sabemos que a vida não está fácil e o tempo não contribui. Mas isso não pode ser motivo para desistir. Há soluções para resolver isso, como contratar um dog walker de confiança.

Como o próprio nome em inglês sugere, são especialistas em passear com cachorros. É um serviço bastante conhecido nos EUA e na Europa e que tem crescido no Brasil. Esses profissionais podem ser contratados de forma avulsa, por planos mensais ou até anuais. A melhor parte é que a duração dos passeios pode ser ajustada de acordo com a necessidade do cachorro.

Em São Paulo e no Rio de Janeiro, a DogHero indica walkers (ou passeadores) ideais para cada perfil de tutor e cachorro pelo site ou app. O trajeto é rastreado por GPS e pode ser acompanhado pelo aplicativo, que ainda informa quando começou e terminou. E, se o cachorro se sentir mal ou se machucar, a Garantia Veterinária reembolsa as despesas do tutor com o veterinário.

Agora que você já sabe como passear é importante, veja quanto de exercício seu cãozinho precisa para ficar saudável!

Gostou? Compartilhe!

Vai viajar? Deixe seu cãozinho em um lar amoroso como o seu com a DogHero!

Saiba mais