Como limpar a orelha de cachorro?

Sim, a orelha de cachorro merece atenção! Na verdade, as orelhas do seu peludo merecem muito cuidado. Elas são partes sensíveis do corpo do cão e precisam estar sempre saudáveis. Dores de ouvido e a inflamação do conduto auditivo (doença conhecida como otite) podem trazer muito desconforto ao animal. Para isso, é muito importante saber como limpar a orelha de cachorro corretamente. Afinal, eles utilizam muito seus orelhões em seu dia a dia, não é mesmo?

Quando um cachorro começa a balançar muito a cabeça, coçar as orelhas repetidamente ou até chorar quando você o toca nessa região, é sinal que algo está incomodando. As doenças no ouvido do pet podem ainda causar cheiro forte na orelha, feridas internas e externas, perda da audição e até problemas neurológicos.

Ninguém quer passar por isso com seu peludo! Então aprenda como cuidar da orelha do seu cachorro e identificar quando algo está errado.

Importância de limpar a orelha de cachorro

A higiene dos ouvidos do cão é importante para evitar o acúmulo de sujeira e dificultar o desenvolvimento de inflamações e infecções. Orelhas sujas são mais comumente acometidas por fungos e bactérias que causam a otite.

Enquanto muitas pessoas acreditam que somente dar um banho no pet é o suficiente para deixá-lo limpo e saudável, os veterinários orientam que os tutores incluam nessa rotina a limpeza dos ouvidos e a escovação dos dentes.

Em relação aos cuidados com a orelha de cachorro, além de proteger bem durante o banho para evitar a entrada de água no conduto auditivo (coloque um chumaço de algodão em cada uma de forma superficial), você deve secar bem a região após o banho. E, em seguida, realizar a limpeza, com muito cuidado.

Todos os cães precisam de limpeza das orelhas?

Sim, todos os cães precisam de limpeza nos ouvidos. Além de manter a saúde auricular, você poderá ver se tudo anda bem com a orelha de cachorro e, caso seja necessário, levar o peludo para uma consulta com o veterinário. Se observar vermelhidão, excesso de cera, odor forte ou dor no local, não deixe de procurar um especialista.

Algumas raças como basset hound, cocker spaniel e dachshund tem as chamadas orelhas pendulares e, devido a essa anatomia, podem ter mais problemas de umidade e abafamento no local. Já cães como buldogue francês, maltês, yorkshire, shih tzu e lhasa apso são mais frequentemente acometidos pelas doenças de pele e podem acabar desenvolvendo a otite.

Mesmo assim, é preciso ficar atento também com as demais raças de cachorros, pois qualquer um pode ter problemas nos ouvidos. O importante é manter a limpeza da orelha de cachorro em dia para o bem-estar e saúde peludo.

Riscos de não limpar a orelha do pet

Algumas raças possuem orelhas pendulares e compridas que abafam o local, facilitando o desenvolvimento de micro-organismos. Com a limpeza das orelhas, esse risco é reduzido e o seu cachorro terá menos chance de desenvolver problemas como a otite, por exemplo.

A otite é a inflamação e infecção do conduto auditivo dos cães (seja na região externa, média ou interna). Além da proliferação de fungos e bactérias, também podem causar o problema o excesso de cera, a entrada de água no conduto, a entrada de corpos estranhos no local (grama, por exemplo) e as alergias.

Nesse ambiente, os micro-organismos começam a se multiplicar sem controle e causam coceira excessiva, vermelhidão, dor no local, produção de secreção de cheiro forte, perda da audição e sinais neurológicos alterando o centro de equilíbrio do animal (em casos de otite que atinge estruturas internas do ouvido).

O grande problema é que muitos tutores não sabem o quanto as inflamações podem ser graves. Por isso, diante dos primeiros sinais, é importante procurar um médico veterinário para ter o correto diagnóstico e a escolha da terapia mais adequada para o tratamento do cão. Além disso, é fundamental se comprometer com o tratamento para evitar a recorrência do problema e o agravamento do caso.

Mesmo para os cachorros com otite, a primeira atitude será a limpeza do ouvido e, depois, a aplicação de medicação para o combate aos parasitas e a inflamação. Assim, para prevenir problemas na orelha de cachorro, a limpeza semanal é muito importante.

Como limpar a orelha de cachorro

Limpar a orelha de cachorro pode ser uma tarefa simples depois que aprender o passo a passo. Primeiro é importante escolher os produtos adequados. A limpeza pode ser realizada uma vez por semana ou a cada 10 dias com o uso de produtos chamado ceruminolíticos (que retiram o cerume ou cera).

No mercado existem dois tipos de produtos: o de uso rotineiro (esse é o ideal para limpeza semanal) e o de tratamento de otite. A diferença entre eles é o pH. O primeiro tem o pH fisiológico (próprio do ouvido) e o segundo tem um pH mais ácido, que pode danificar os ouvidos que estão saudáveis e só precisam da limpeza. Se você tem dúvida em relação a qual produto e marca deve comprar, procure a orientação do veterinário. Além do produto, você vai precisar de algodão ou gaze para a limpeza.

Passo a passo:

1. Coloque o cachorro deitado confortavelmente no seu colo de forma que você consiga visualizar melhor o conduto auditivo. Se ele for muito grande, apoie apenas a cabeça.

2. Pingue a quantidade de gotas dentro do conduto, conforme a orientação do fabricante.

3. Massageie a orelha delicadamente colocando o polegar e o indicador abaixo do ouvido para que o produto possa entrar mais facilmente.

4. Com o algodão ou gaze, retire as sujeiras da orelha, sem tentar penetrar profundamente. Se for necessário, você pode pingar o produto no algodão e remover as impurezas externas mais difíceis.

Importante: nunca utilize cotonetes ou pinças para a limpeza! Isso pode acabar machucando a orelha de cachorro ou, ainda, empurrando a cera ainda mais para dentro do ouvido. Se não se sentir confortável para fazer a higiene das orelhas do pet, peça orientação ao veterinário.

Gostou das dicas? Então confira também como limpar o focinho do cachorro!