Cachorro vomitando espuma branca: o que pode ser?

Um cachorro vomitando espuma branca pode estar com uma reação de defesa natural do organismo logo depois de ingerir algo que “não caiu bem”. Ao mesmo tempo, o sintoma pode significar um problema de saúde que precisa ser verificado. Quando o cão vomita espuma branca, pode ser sinal de uma irritação em seu intestino, provocada por vários fatores, como “estômago virado”, raiva, parasitas ou problemas no fígado. Assim, o que vai esclarecer a causa e a gravidade do problema é uma visita ao veterinário, que vai pedir exames clínicos para analisar o que provocou exatamente o vômito em questão.

O que fazer quando meu cachorro está vomitando espuma branca?

Como ajudar o cachorro vomitando? Veja algumas dicas do que observar e como agir:

Não tente interromper o vômito, aguarde e observe

A primeira indicação é não interferir num processo que, teoricamente, é natural ao organismo do cachorro. Após isso, verifique se a espuma branca contém algum resíduo estranho ao que foi ingerido na alimentação comum e a consistência do que foi expelido. Se notar algo estranho, relate ao veterinário logo que possível.

Evite dar líquidos em excesso logo após o vômito

O vômito de espuma branca pode ser causado justamente pela ingestão de água em excesso. Muitos cães podem ter ou vir a ter irritação intestinal, seja por consumo de alimentos, seja por fatores variados. Até mesmo dar-lhes de beber algo tão simples quanto a água pode piorar seu estado de saúde. Ou seja, o líquido está liberado desde que em doses pequenas e calmamente ministradas.

Restrinja, por ora, os exercícios físicos mais pesados

Evite a exposição a exercícios físicos pesados enquanto a causa do cachorro vomitando espuma branca não for descoberta. O desconforto no pet muitas vezes tem seu motivo na forma em que a prática física é administrada. Má alimentação antes e depois dos exercícios, água em excesso e treinos intensos podem fazer mal depois do vômito, forçando o organismo do animal a dispender forças que seriam utilizadas em sua recuperação.

Leve o pet ao veterinário

Independentemente dos cuidados tomados após o vômito, o recomendável é sempre levar o cachorro vomitando espuma branca ao médico veterinário. A espuma branca pode representar uma série de problemas de saúde que somente exames clínicos podem apontar com precisão.

Causas e tratamento para o cachorro vomitando espuma branca  

Saber as causas e o tratamento para o vômito com espuma branca depende de exames clínicos feitos por um veterinário. Alguns motivos para o mal-estar podem ser:

– “Estômago virado”;

– Raiva;

– Parasitas;

– Problemas no fígado;

– Infecções;

– Diabetes;

– Inflamação intestinal.

O “estômago virado” é a dor de estômago que acomete os cachorros. Um de seus sintomas é o inchaço, que é algo mais perceptível. Embora pareça algo simples, essa “dor de barriga” pode levar o pet a passar muito mal, o que acaba resultando em um cachorro vomitando espuma branca e exigindo tratamento médico e repouso.

Vomitar espuma branca não significa um resultado imediato do que o levou a passar mal. Muitas infecções e inflamações, não somente do intestino, podem estar envolvidas neste processo, como as ocasionadas por parasitas.

Doenças mais graves, como diabetes e demais problemas no fígado, também podem ser apontados pela presença de espuma branca no vômito. Cães mais velhos estão mais propensos, pois seu organismo já não metaboliza na mesma velocidade de outrora. Assim, qualquer alimento ou ingestão não recomendável pode contribuir para agravar o quadro. Neste caso, medicação e controle alimentar tratam esses problemas.

E, quando se fala em espuma branca na boca de um cachorro, não se pode deixar de falar da raiva. É muito comum que as suspeitas recaiam sobre ela, pois embora muito se fale da salivação em excesso como um dos indicadores da doença, pouco se leva em consideração que a espuma branca pingando da boca do animal pode ser, justamente, fruto de um vômito. Logo, o importante é que se observe bem este detalhe e imediatamente se leve o pet ao veterinário. A raiva pode ser prevenida mantendo as vacinas de cachorro em dia.

Medidas de prevenção e cuidados

Se vomitar não é legal para quem consegue expressar, imagine para quem sofre calado, como o seu cachorro? Por isso, nunca é demais levar o cachorro ao veterinário para fazer exames periódicos. Até porque vomitar não é uma doença, mas sim um aviso. Ocorrências esporádicas são até esperadas, desde que analisada cada situação; quando acontece repetidas vezes, é melhor verificar o que há de errado.

Em relação à prevenção, recomenda-se todo cuidado com a alimentação e exercícios físicos direcionados ao pet. Se ele chegou com muita sede, dê-lhe de beber com moderação; se chegou com muita fome após brincar o dia todo, introduza aos poucos a ração ou dieta recomendada à raça.

Se o cachorro for idoso, fique de olho se seus movimentos estão reduzidos, se há salivação em excesso ou se seu sistema excretor tem trabalhado direito antes e depois de ter vomitado espuma branca.

O artigo te ajudou? Então confira o que fazer ao encontrar sangue nas fezes do cachorro.