image/svg+xml image/svg+xml

Cachorro espirrando: o que fazer?

cachorro-espirrando

Cachorro espirrando: o que pode ser?

Muitas pessoas acham fofo ver o cachorro espirrando. E realmente é, mas o que será que leva um animal a espirrar? Assim como para nós, o espirro nada mais é do que um reflexo produzido pela expiração e que serve para expelir o ar e outros materiais (como sujeira, corpos estranhos, pelos) por meio da cavidade nasal (o nariz!).

Um cachorro espirrando esporadicamente pode não ser nada sério. No entanto, quando esse sintoma começa a aparecer recorrentemente na vida do seu peludo, você deve ficar atento! Entenda melhor o problema.

Quais as causas do espirro em cães?

Uma das causas para o cachorro espirrando mais comuns é quando o pet precisa eliminar sujeiras, gramas, espinhos, pelos ou até um corpo estranho da cavidade nasal. O reflexo do espirro é uma maneira importante e efetiva que o cachorro tem de eliminar algo estranho que está na sua narina e, com certeza, o incomodando. Nesse caso, os espirros podem ser seguidos, mas devem cessar depois de um tempo.

Cachorro espirrando sem parar

Quando acompanhado de sintomas como tosse persistente, coriza, secreção ocular, febre, apatia e falta de apetite, um cachorro espirrando estar com gripe canina (também chamada de tosse dos canis ou traqueobronquite infecciosa canina). Sinais bem parecidos com a gripe humana, não é? No entanto, nós não corremos o risco de “pegar” a doença do peludo.

A gripe que alguns cachorros têm pode ser causada por bactéria (Bordetella bronchiseptica) ou por vírus (Parainfluenza, Herpesvírus Canino ou Adenovírus). Sua transmissão ocorre pelo contato entre um cão e outro, pelo ar ou por objetos que estejam contaminados (como brinquedos e comedouros). Apesar de não ser uma doença de grande risco, o cão deverá passar pelo tratamento para melhorar os sintomas, a fim de evitar uma piora do animal.

Já as alergias podem causar uma irritação maior e espirros todas as vezes que o cachorro entrar em contato com o alérgeno (causador da alergia, que pode ser qualquer componente que o organismo interprete como uma agressão ao corpo). Entre os alérgenos comuns para os cães estão a poeira, o pólen de flores, produtos de limpeza, o cigarro, perfumes e até a poluição.

Espirro com sangue

Um cachorro espirrando sangue pode até não ser nada grave, mas é importante levar ao veterinário para uma avaliação. Uma das possibilidades é o aparecimento de um tumor em uma ou nas duas narinas ou de pólipos nasais (crescimento anormal na mucosa do nariz; um tumor benigno, mas raro em cães).

Os cães também sofrem de rinite e sinusite. A primeira é uma inflamação do epitélio do nariz e a segunda uma inflamação nos seios paranasais (espaços preenchidos de ar localizados no crânio e que têm comunicação com a cavidade nasal). Geralmente, esses dois problemas podem estar associados e o espirro pode vir acompanhado de sangue.

Uma doença relacionada com a falta de cuidados com os dentes também pode ser a causa de espirros do pet. Quando há uma inflamação no dente ou gengiva, pode haver o comprometimento da cavidade nasal, com a formação de uma fístula (comunicação entre a boca e a cavidade nasal). Os sintomas podem ser secreção nasal e espirros constantes com sangue. Para evitar problemas assim, é essencial escovar os dentes do cachorro e manter a saúde bucal em dia.

Dentre todas as possíveis causas citadas para deixar o cachorro espirrando, as mais comuns são as alergias e as infecções por vírus e bactérias. Além disso, outras doenças de ocorrência mais rara podem ocorrer. Por isso, sempre procure o médico veterinário para esclarecer as dúvidas e dar um correto diagnóstico para o caso do seu pet.

O que observar no cachorro espirrando

Como tutor, você pode deve observar os sinais e as situações que levam o seu cachorro a espirrar. Coletando essas informações, você poderá ajudar o veterinário a chegar mais facilmente ao diagnóstico correto. Abaixo, alguns pontos a serem notados:

– Há quanto tempo o cachorro está espirrando?

– Qual a frequência que o seu cão costuma espirrar?

– O espirro vem seguido de outros sintomas? Se sim, quais?

– O espirro é acompanhado de sangue ou de alguma secreção? Se sim, qual a cor da secreção?

– O seu cão costuma conviver com outros cães? Em quais locais?

– O espirro ocorre diante de alguma situação específica, como quando você passa um perfume, limpa a casa, lava a cama dele?

– O nariz, olhos ou face do cão estão inchados?

Tudo o que você notar que está “fora do normal” em um cachorro espirrando deve ser relatado ao veterinário.

O que fazer com o cachorro espirrando

Com as informações acima, você deve levar seu cachorro espirrando ao veterinário. Pouco poderá ser feito em casa por você sem o correto diagnóstico. Todo esse histórico do cão irá ajudar o profissional a ter uma resposta mais rápida e precisa.

Se for um caso de corpo estranho que não foi retirado naturalmente da narina, o veterinário irá pedir alguns exames para identificar do que se trata e realizar a retirada.

Se o caso do seu cão for alergia, podem ser prescritos medicamentos antialérgicos e, claro, tentar minimizar ao máximo o contato do cão com o alérgeno. Já se for uma gripe, muitas vezes, por serem causadas por vírus, os sintomas são autolimitantes (ou seja, melhoram sozinhos). Para a prevenção da gripe canina existe vacinação específica para os principais vírus causadores da doença e também para a bactéria.

O importante é sempre oferecer o cuidado que o pet precisa e o acompanhamento com um veterinário da sua confiança.

Gostou das dicas e procura opções naturais para cuidar da saúde do peludo? Conheça os florais para cães!

Gostou? Compartilhe!