Cachorro babando: o que pode ser?

Existem infinitas coisas que os cachorros fazem que nos conquistam a cada dia. No entanto, há outras que não costumam ser tão cativantes assim, infelizmente. Cachorro babando é uma delas. Às vezes, o rastro dele pode ser encontrado pela casa toda, principalmente quando se trata de raças como cane corso e boxer, por exemplo.

É preciso se acostumar e aprender a lidar com isso, pois é uma característica normal dos cachorros. Além disso, em geral, babar não é um grande problema em termos de saúde. Isso acontece por uma série de razões como uma reação do animal para esfriar o seu corpo, como parte da digestão ao comer algo ou quando algo abre o seu apetite, entre outros.

Mas é claro que se isso acontece de forma excessiva ou mais do que o habitual, vale a pena investigar. Cachorro babando também pode ser um sintoma de alguma condição ou de algo que mereça atenção, como ansiedade e problemas bucais.

Causas e tratamento para cachorro babando

Cachorro babando é algo normal e cotidiano, mas quando isso vai além do habitual do seu pet, isso pode identificar o sintoma de algum problema de saúde que ele esteja enfrentando, como:

Calor excessivo

Dias muito quentes, sol escaldante, ambientes abafados e úmidos fazem com que o cachorro sinta muito calor e por consequência, aumentam a salivação. A baba é um esforço natural do próprio corpo em tentar abaixar a sua temperatura. Você pode ajudá-lo oferecendo água e colocando-o em um lugar mais fresco. Mas, caso seu cachorro esteja ofegante e com dificuldade de respirar, leve-o ao veterinário imediatamente.

Ansiedade e nervosismo

Em alguns cachorros, a baba pode ser um sinal de estresse por uma série de razões. Há aqueles que ficam ansiosos quando deixados sozinhos, se irritam com barulhos ou ruídos de obras em casa ou na rua, sabem que vão ao veterinário, entre outros.

Problemas bucais

Doença periodontal (inflamação na gengiva), abcessos dentários (infecção), falta de higiene bucal, entre outros, são razões para que aumente a baba do cachorro. Outras causas como mastigar uma planta venenosa, comer algo que machuque o interior da boca, levar um choque ou sofrer uma queimadura por morder um fio elétrico também entram nesse quesito. Se seu cachorro estiver babando continuamente ou frequentemente colocar a pata na boca, visite um veterinário.

Dificuldade de engolir

Um transtorno na saúde pode causar dificuldade em engolir e como consequência temos o cachorro babando. Isso pode acontecer por diversos motivos como doença renal ou hepática, algum bloqueio no sistema digestivo e até uma condição neurológica que afeta os nervos faciais causando dificuldade em engolir.

Após avaliação e alguns exames, o veterinário pode identificar o motivo para o cachorro estar babando e a gravidade da situação. Caso seja um problema de saúde, o tratamento mais adequado é iniciado o quanto antes. O profissional também pode aconselhá-lo a lidar com algumas questões emocionais do seu cachorro ou dizer com certeza se não há nada com que se preocupar.

O que fazer quando o cachorro está babando

Veja o que fazer nessas horas para ajudar o cachorro:

Observe se existem outros sintomas

Cachorro babando é normal, mas quando existem outros sintomas, a situação muda. Vômito, engasgo, dificuldade para comer (mastigar, engolir, falta de apetite, entre outros) ou para respirar. Leve em consideração também quando começou e se houve algum episódio para que isso acontecesse ou uma mudança de comportamento.

Ajude-o a se refrescar em dias quentes

O calor pode ser um terror para o seu cachorro. Então, evite passear com ele sob o sol escaldante, preferindo horários em que o clima está mais ameno. Ajude-o a se refrescar deixando-o na sombra ou em um ambiente mais ventilado. Se necessário, molhe seu corpo também. E não se esqueça de oferecer água e mantê-lo hidratado.

Dê atenção, carinho e exercite-o

Ansiedade e nervosismo podem ocorrer por falta de atenção e exercícios físicos. Os cachorros amam seus humanos e a companhia deles e, por isso, ficam sensíveis e carentes sem a afeição de seus tutores. Então, preste atenção se você está dando carinho, fazendo companhia para seu cão e brincando com ele. Além disso, é preciso exercitá-lo regulamente com corridas ou caminhadas para que o cachorro mantenha a saúde física e mental.

Quando levar o cachorro babando ao veterinário

– Se de repente, o cachorro começa a babar excessivamente ou mais do que o normal já é um sinal de alerta para transtornos mais sérios.

– Se a baba é persistente, contínua, aumenta gradativamente ou apresenta mudança na sua consistência.

– Quando existem outros sintomas além da baba, como vômito, dificuldade para comer, inchaço ou infecção na boca.

– Se o problema não for calor ou mesmo refrescando-o, o cachorro se mostra cansado, ofegante, com dificuldade de respirar.

– Geralmente, transtornos de ansiedade ou estresse podem ser identificados pelo próprio tutor e contidos ou solucionados sem a necessidade de um especialista. Mas, caso haja mudança de comportamento, novos sintomas ou após tentar diversas soluções, talvez seja o caso de consultar um profissional.

Gostou do artigo? Então leia sobre ansiedade de separação, quando o cachorro sofre ao ficar longe do tutor.