O pinscher miniatura, ou “Min Pin” para os íntimos, já nasceu rei. Soberana no coração de seu tutor, a raça brilha naturalmente na passarela real canina. De pequeno mesmo ele possui apenas o tamanho! Já a sua capacidade de agradar a gregos e a troianos e, sem dúvida, de conquistar uma legião de súditos, é imensa.

Porém, não pense que o pinscher miniatura é uma versão reduzida do dobermann pinscher, pois o pinscher antecede o dobermann. O pinscher miniatura é um cão de dimensões equilibradas e harmônicas, resistente e de pelo macio e liso. Há registros que indicam o aparecimento da raça há quase 2000 anos, o que mostra o quão importante foi e é sua contribuição histórica para os estudos sobre cachorros e arte.

Origem: Inglaterra

Peso: 9-13 kg

Altura: 30-35 cm

Expectativa de vida: 12-14 anos

História

Vida longa ao Rei! Um pequeno monarca nasce na Alemanha. Com uma árvore genealógica de raízes profundas, a raça pinscher miniatura remonta às origens da civilização, com cerca de 2000 anos de existência. Mas os registros de fato somente apareceram a partir do século XIX.

Encontrado em alguns registros de figuras renascentistas, por exemplo, o pinscher miniatura nos mostra que desfilou pela história colecionando elogios e admiradores. O nome pinscher refere-se, de maneira afetuosa, a algo pequeno, até mesmo fofo: seu nome foi motivado pela primeira impressão causada pelo cachorro na sociedade. Então, graças à sua graça e estilo, toda a pompa e a circunstância foram direcionadas ao pinscher miniatura e, assim, ele ganhou o mundo.

Atravessando o oceano, o pinscher miniatura chegou aos Estados Unidos e, praticamente, colonizou os corações. Para se ter noção, em 1929 o “Miniature Pinscher Club of America” foi formado e a raça foi reconhecida pelo American Kennel Club no mesmo ano. Foi então que um de seus apelidos mais brilhantes surgiu, o de “King of Toys”, ou Rei dos Brinquedos, em português. Este título foi mais do que merecido: o pinscher miniatura é um rei cujo reinado não tem fim.

Características

Cores da raça

O pinscher miniatura foi brindado com uma boa gama de cores, que varia conforme as combinações de tons: vermelho, vermelho com alguns fios pretos, preto com marcas vermelhas e chocolate com marcas vermelhas. Com cores que brilham devido à qualidade dos pelos, o pinscher miniatura consegue se destacar tanto no quesito conteúdo quanto na forma.

Temperamento da raça pinscher miniatura

Como todo rei que se preze, o pinscher miniatura possui personalidade forte e determinada. Costuma dominar o ambiente pelo qual passa ou decide ficar, mas nunca de maneira agressiva. É um monarca afetuoso e brincalhão.

Algumas pessoas o classificam como um cão “elétrico” por estar sempre atento. Aliás, não se deixe enganar por seu tamanho, até porque seu senso de liderança e proteção podem ultrapassar as medidas. O pinscher miniatura vai cuidar de seu tutor tanto quanto seu tutor cuidará dele.

A raça com crianças, estranhos e outros animais

O pinscher ama crianças! Mas, apesar de ser uma graça ter um cachorro tão amável, é recomendável que, com crianças pequenas, haja supervisão quanto às brincadeiras feitas com ele. Com estranhos, ele é um pouco tímido, mas nada que não possa ser revertido com um carinho para quebrar o gelo. É sempre bom treiná-lo desde pequeno. E, já com outros animais, seu comportamento é moderado, sendo sempre aconselhável a presença de um adulto ou de seu tutor para mantê-lo tranquilo.

O pinscher miniatura late muito?

Sim. O pinscher miniatura gosta de conversar, ou seja, quando possível, ele late. Até mesmo quando não é possível, ele vai latir! Mas não é à toa que ele faz isso. Pode ser por conta do sentimento que nutre por seu tutor ou pelo senso de proteção que tem. O pinscher em miniatura sempre será lembrado por seu latido característico.

A raça é destruidora?

A raça pinscher miniatura não é daquelas que se revolta sem motivo. Se uma situação do tipo vir à tona, boa parte da culpa pode estar no tratamento dado a ele. Isso acontece porque o senso de lealdade do pinscher miniatura é tamanho que ele chega a sofrer de ansiedade e precisa de muito carinho e atenção.

O pinscher miniatura é agitado?

Sim. O pinscher miniatura é muito ativo e não deixa a desejar pelo seu tamanho. Com porte atlético, ele corre para todos os lados rapidamente, sempre em busca do que está acontecendo com sua casa ou com quem ele ama.

Cuidados

Embora alguns digam que “os melhores perfumes estão nos menores frascos”, o pinscher em miniatura precisa de cuidados físicos e afetivos especiais para levar uma vida saudável. Algumas recomendações são bem-vindas:

– Colo: o pinscher miniatura é todo amores para um bom colo. Mas o ideal é sempre deixá-lo decidir onde desejar ficar para que ele consiga ser amoroso com seu dono e, ao mesmo tempo, independente, como sua personalidade.

– Banhos: não há necessidade de dar banho mais do que uma ou duas vezes por mês. Limpezas de manutenção podem ser feitas com um pano úmido. O excesso de banhos pode ressecar a pele e trazer problemas dermatológicos.

– Pelos: é necessário escovar seu pelo uma vez por semana para livrá-lo dos pelos soltos e deixar os demais brilhantes.

– Unhas: como ele gosta de brincar e ser bastante ativo, recomenda-se cuidar constantemente da saúde de suas unhas. Fique atento à manutenção do corte, que deve ser feito, aproximadamente, a cada dois meses – se elas crescerem demais, se curvam e machucam a pata.

– Frio: o pinscher miniatura é sensível ao frio e calor extremos. .Use roupinhas quando a temperatura muito baixa e procure manter o ambiente em que ele vive ventilado nos dias mais quentes.

Saúde

O pinscher miniatura é uma raça moderadamente saudável. Ainda assim, como as demais raças de cachorro, alguns problemas de saúde dos mais simples ou mesmo outros tidos como graves podem afetá-lo. Assim, alguns cuidados são necessários para manter a saúde da raça em dia. Confira os principais:

– Articulações: a raça pode sofrer com a doença de Perthes, que afeta as articulações no quadril.

– Joelho: a luxação da patela, quando o osso do joelho se desencaixa da articulação do joelho, causa dores e falta de mobilidade. É um problema comum em cães pequenos.

– Dentes: a raça possui dentes e maxilares fortes, bem ajustados e com uma perfeita mordedura, mas é recomendável escová-los regularmente.

Nível de exercícios do cachorro

O nível de atividade exigido pelo pinscher miniatura é médio. Ele consegue chegar a uma hora de exercícios por dia. O ideal é fazer caminhadas diárias de pelo menos 1 km, chegando a quase 10 km semanais. Além de fazer bem à saúde, a recomendação de exercícios frequentes, aliada a uma boa dieta, mantém a forma física em dia.

Preço

Considerou todas as particularidades dessa raça de cachorro e quer ter um pinscher miniatura na sua casa? O preço de um filhote pode variar de R$ 550 a R$ 3.500 — o valor foi calculado com base no preço dos principais sites de venda do País.

Antes de decidir comprar um cachorro, lembre-se que existem muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs à procura de uma família amorosa. Adotar é tudo de bom! 🙂

Curiosidades

– História: o pinscher miniatura, em tempos antigos, já foi utilizado para caçar ratos.

– Genealogia: o pinscher miniatura, segundo estudos, é descendente da família Pinscher alemão e pode ser descendente de galgos italianos.

Censo Canino

Ranking de popularidade: o pinscher é a 12ª raça mais popular do Brasil

Nomes mais comuns: Lola e Ted (veja o top 10 no fim do post!)

Média de idade: a maioria dos pinschers do Brasil tem entre 2 e 4 anos

Cidades do Brasil com mais Pinscher Miniatura

Ribeirão das Neves – BH

11.6%

Linhares – ES

9.1%

Valparaíso de Goiás – GO

8.5%

Montes Claros – MG

8.5%

Criciúma – SC

7.6%

Gostou? Compartilhe!

Compartilhe sua experiência

Saúde

Socialidade

Energia

Facilidade de treinar

Nível de cuidados