raça de cachorro maltês

Uma das raças mais antigas do mundo, o maltês vem encantando a humanidade desde a Antiguidade com seu pelo macio e temperamento brincalhão, ao mesmo tempo sofisticado e delicado. O maltês adora um colo, mas também pode ser vigilante e é um ótimo cachorro de competição. Muito brincalhão e afetuoso, ele adora fazer amigos de todas as idades, mas também pode ser bastante teimoso: por isso, o tipo de adestramento recomendado é o baseado no reforço positivo (com muitas recompensas!).

Origem: Região central do mediterrâneo

Peso: 3-3,5 kg

Altura: 20-25 cm

Expectativa de vida: 12-15 anos

História

Há registros indicando que história do maltês data de, pelo menos, 28 séculos atrás. A raça apareceu em esculturas e cerâmicas gregas do século V, além de figurar em diversas pinturas antigas. Mas a raça como a conhecemos hoje nasceu em Malta, e seus ancestrais viviam nos portos da ilha marítima no mar Mediterrâneo. Embora o nome maltês tenha se popularizado, ele já foi chamado de “cão de companhia das damas romanas”, “cão leão maltês”, “maltês terrier”, “o confortador”, “o spaniel gentil”, bichon (palavra que caracteriza cães pequenos e brancos), entre outros. E cada um desses nomes descreve muito bem sua personalidade.

Seu temperamento brincalhão, mas ao mesmo tempo sofisticado e delicado, assim como seu pelo macio, explicam porque ele era tão requisitado entre a realeza e os círculos artísticos da era antiga. Até Aristóteles escreveu sobre o maltês: quando as raças caninas da Grécia foram compiladas em lista, ele atribuiu ao maltês o nome de “canes malitenses” (“cão de Malta” em latim).

Acredita-se que a raça tenha sido trazida para a Inglaterra, para depois ser levada à América, por volta de 1800, através das trocas comerciais entre marinheiros. O objetivo era que fossem usados como cães de companhia. Nos Estados Unidos, os primeiros malteses foram apresentados ao público em 1877, e reconhecidos pelo American Kennel Club (AKC) em 1888.

Características

Cores da raça

O maltês não apresenta variação de cores. A pelagem mais comum é branca. Apesar disso, pode apresentar uma leve nuance em tom marfim e nuances de pelos mais escuros nas orelhas e patas, o que é comum.

Temperamento do maltês

Se você quer ter um cachorro para brincar, amar, acariciar e apertar, o maltês é a opção certa. Conhecidos por adorarem ser o centro das atenções, eles não vão medir esforços para expressar todo o seu incrível carisma.

Sua personalidade gentil e natureza inteligente, além de adorarem o convívio com outros animais e seres humanos, fazem do maltês um ótimo aprendiz, principalmente se o treino começar quando filhote. Mas por serem muitas vezes teimosos e determinados, o melhor tipo de treino é o baseado em recompensa, também chamado de reforço positivo – a cada ação certa que o cachorro realiza, ele recebe um agrado, seja com palavras de incentivo ou um petisco.

Veja alguns fatos sobre o maltês:

Crédito: Canal Dogueiros

A raça com crianças, estranhos e outros animais

Grandes entusiastas da raça humana, os malteses são típicos diplomatas. Eles se dão bem com tudo e com todos, adoram agradar e estão sempre pedindo atenção, até mesmo de estranhos.

Mas ainda que sejam excelentes cães de família, eles tendem a se relacionar melhor com crianças mais velhas. Mas nada que a socialização não resolva. Se ele conviver com crianças pequenas desde filhote, vai ter uma resposta bastante positiva a bebês e crianças menores.

Apesar de calmo e gentil, o maltês é bastante corajoso, e não costuma temer a presença de cães de maior porte. Por isso é importante monitorar a interação com outros cachorros, ou o seu maltês pode acabar sendo engolido por um rottweiler.

O maltês late muito?

Sim. Justamente por ser bem corajoso, o maltês não vai conter o latido, o que pode gerar problemas com seus vizinhos. Para controlar esse comportamento, às vezes é necessária a ajuda de um adestrador.

A raça é destruidora?

Pode ser. Extremamente fiel e carinhoso, o maltês adora companhia, e também por isso detesta ficar sozinho em casa. Ele pode desenvolver o que se chama de ansiedade de separação. Se isso acontecer, a raça pode demonstrar sua insatisfação de forma espalhafatosa e destruidora. Portanto, se você precisar se ausentar por um longo período e o seu maltês não foi adestrado para lidar bem com isso, prepare-se para encontrar papel higiênico espalhado pela casa, a espuma do sofá fora das almofadas e alguns móveis roídos.

O maltês é agitado?

Depende. O maltês adora brincar e está sempre atrás do tutor com uma bolinha ou outro brinquedo que ele adore. Apesar disso, é um cachorro que tende a se adaptar ao estilo do tutor com bastante facilidade, já que é um dos cães com mais afinidade com os humanos. Até por isso ele é um ótimo cão de companhia para idosos ou pessoas com mobilidade reduzida.

Cuidados

O principais cuidados com um cachorro da raça maltês são relacionados à manutenção do pelo. De resto, é um animal que não demanda um alto nível de esforço para cuidar. Confira os pontos principais:

– Pelo: para manter o pelo macio e branco de seu maltês livre de nós, é preciso escová-lo diariamente e dar banhosregulares. Como os fios de seu pelo costumam ser finos, tendem a embaraçar bastante. Opte por um condicionador próprio para o pelo e para a raça para que ele não sinta dor quando for escovado (e você tenha menos trabalho!). O condicionador também ajuda a tirar a estática do pelo e evita que ele se quebre.

– Dentes: como o maltês tem uma tendência a desenvolver tártaro, é importante adotar a escovação regular dos dentes de seu cachorro.

– Unhas: as unhas também devem ser cortadas regularmente, para evitar que se quebrem na raiz, o que machuca o cachorro.

Saúde

O maltês tende a ser bem saudável, mas pode apresentar algumas condições típicas da raça. Vamos ver algumas:

– Coração: a persistência do canal arterial é uma doença cardíaca caracterizada pela má formação do canal arterial, que existe no cachorro enquanto ele está na barriga da mãe, e impede que ele se feche depois do parto. Se seu maltês começar a apresentar cansaço excessivo, dificuldade para respirar e perda de peso, leve-o ao veterinário.

– Peso: assim como os seres humanos, os animais domésticos também sofrem com a obesidade. Para prevenir a condição, adote uma dieta balanceada para seu maltês, com a ração apropriada para a raça, e faça bastante exercício físico com ele.

Nível de exercícios do cachorro

Embora o maltês seja brincalhão e agitado, alguns cachorros da raça podem apresentar tendência à obesidade por terem metabolismo lento. Para evitar que seu cachorro fique acima do peso, faça caminhadas diárias de 60 minutos e cerca de 2 km de extensão.

Preço

Se você gostou da raça e quer ter esse brincalhão em casa, deve estar se perguntando: quanto custa um maltês? De acordo com os principais sites de venda do país, o preço médio de um filhote de maltês pode variar entre R$ 1.500 e R$ 5.000.

Mas antes de comprar um cãozinho, lembre-se que há muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs à procura de uma família amorosa. Adotar é tudo de bom! 🙂 Saiba tudo sobre adoção de cachorro.

Curiosidades

– Adorado pelos egípcios: entre os registros antigos do convívio do maltês com a humanidade, há uma estatueta com a representação de um bichon (um dos nomes dados ao maltês), encontrado na cidade de Fayum, no Egito. A estátua sugere que a raça tenha sido um dos animais adorados por esse povo, juntamente com o gato.

– Cadela musa: o governador de Malta, Publius, tinha um maltês chamado Issa, a quem ele estimava muito, e isso não passou despercebido pelo poeta Marcos Valério Marcial (c. 40-105 a.C.). Ele escreveu um epigrama em homenagem à cadela:

Issa é mais brincalhona que o pardal de Catulo.
Issa é mais pura que um beijo de uma pomba.
Issa é mais delicada que uma donzela.
Issa é mais preciosa que joias indianas…
Com receio de que os últimos dias em que ela vê a luz
devem roubá-la dele para sempre,
Publius tinha tido o retrato dela pintado.

Censo Canino

Ranking de popularidade: o maltês é a 7ª raça mais popular do Brasil

Nomes mais comuns: Lola e Ted (veja o top 10 no fim do post!)

Média de idade: a a maioria dos malteses do Brasil tem entre 2 e 4 anos

Cidades do Brasil com mais Maltês

Campos do Jordão – SP

8.5%

Nova Lima – MG

6.9%

Itupeva – SP

6.7%

Belo Horizonte – MG

5.2%

Capão da Canoa – RS

4.8%

Gostou? Compartilhe!

Compartilhe sua experiência

Saúde

Socialidade

Energia

Facilidade de treinar

Nível de cuidados