raça de cachorro labrador retriever

O labrador retriever, também conhecido só por labrador, é uma raça gentil, inteligente e ótima para viver em família. Além de ser um cão de caça versátil e ágil, a raça gosta de agradar e é dotada de alta capacidade de adaptação – por isso se destaca como cão-guia e nos trabalhos de busca e resgate e de detecção de substâncias.

Por sua personalidade versátil, o labrador retriever atrai a atenção de vários desportistas e pessoas em todo o mundo e é uma das raças de cachorro mais populares em diversos países, entre eles o Brasil e os Estados Unidos.

Origem: Reino Unido e Canadá

Peso: 25–36 kg

Altura: 54,5–62 cm

Expectativa de vida: 10-12 anos

História

Apesar do nome, o labrador retriever não veio de Labrador, cidade do Canadá, mas de Terra Nova, no mesmo país. A raça é o resultado de uma mistura entre o Terra Nova e o cão d’água, que originou a raça cão d’água de St. John, o antecessor do labrador. Infelizmente, os altos impostos cobrados na época sobre a criação de cachorros fizeram com que a raça desaparecesse de Terra Nova.

A sorte é que, no início do século 19, um lorde inglês, o Conde Malmsbury, importou vários labradores para seu país e, com o passar dos anos, eles foram cruzados com outros tipos de raça do tipo retriever. Mas foram as características dos labradores que prevaleceram, criando a raça como a conhecemos hoje.

Características

Cores da raça

As cores padrão do labrador retriever são preta, amarela e chocolate. Os de pelagem preta não apresentam variação de cor, enquanto os de pelagem amarela podem variar do creme claro ao vermelho (como da raposa), e os de pelagem marrom podem apresentar uma coloração mais escura ou mais clara.

cores-labrador-2

Temperamento da raça labrador retriever

Os labradores retrievers são muito amigáveis e, como adoram agradar, são ótimas companhias. Seu temperamento gentil e dócil é uma marca registrada da raça, por isso mesmo é um dos cães mais indicados para o treinamento como cão-guia.

Também é uma raça de cachorro bastante inteligente, figurando em sétimo lugar. Sociável, é muito bom com as pessoas em geral. Costuma ser brincalhão, principalmente nos primeiros anos, e por isso são ideais para famílias com crianças.

O labrador retriever com crianças, estranhos e outros animais

Por serem sociáveis, de fácil adaptação e dóceis, os labradores são ótimos com crianças e idosos. Eles adoram brincar com os pequeninos e, como são naturalmente gentis, costumam protegê-los. O temperamento dessa raça de cachorro pode ser descrito como amigável e extrovertido. Boa praça, é tolerante com outros cães, gatos ou mesmo coelhos, e por isso é um grande anfitrião. Um cachorro que fará a sua visita se sentir em casa.

O labrador retriever late muito?

Não. O labrador retriever é o tipo de raça que não faz estardalhaço e late apenas quando necessário, ou quando quer se comunicar, seja para informar que encontrou algo, seja para avisar o dono de algum perigo. Mas por sua personalidade dócil, ele não costuma estranhar pessoas desconhecidas, o que o torna uma raça não muito recomendável como cão de guarda.

A raça é destruidora?

Pode ser. O labrador é um cachorro bastante amigável e brincalhão, além de ter bastante disposição para suas travessuras. Por isso, não é uma boa ideia deixá-lo sozinho por muito tempo, pois ele adora a presença de seu tutor e quer estar sempre por perto. O labrador costuma ter mais energia quando pequeno e morder e roer móveis, mas adestrá-lo pode ajudar a amenizar o hábito. Não o deixe entediado, em nome da segurança dos móveis e objetos da casa!

O labrador retriever é agitado?

Sim! Labradores são fáceis de se dar bem e se socializar com outros cães e seres humanos. Ainda assim, não confunda sua personalidade descontraída com pouca energia. O cachorro dessa raça é muito ativo – ele nunca vai encontrar um quintal de que não goste! Como eles gostam de nadar e de brincar em espaços abertos, é sempre bom levá-lo para passeios e excursões ao ar livre.

Cuidados

O labrador retriever não requer muitos cuidados além daqueles que todo cachorro exige. O destaque fica por conta da necessidade de mantê-lo ativo, direcionando sua alta energia para atividades que promovam sua saúde e bem-estar.

– Pelo: a pelagem do labrador requer uma escovação diária, para prevenir descamação da pele.

– Banhos: a menos que ele tenha encontrado uma poça de lama para se esfregar e brincar, o banho pode ser dado a cada dois meses.

– Unhas: como suas unhas crescem bastante rápido, elas precisam ser aparadas regularmente.

– Orelhas: suas orelhas devem ser verificadas regularmente, para evitar acúmulo de cera ou sujeira, prevenindo infecções.

– Fugas: se você não colocar seu labrador para gastar toda sua energia, vai ver que ele encontrará seus próprios meios de se divertir. Para muitos cães, isso significa elaborar novas maneiras de fugir da casa para explorar o mundo. A boa notícia é que eles não são conhecidos por serem grandes puladores, então uma cerca de 1,8 m deve ser o suficiente para conter seu labrador. Mas como são muito inteligentes, eles são conhecidos por abrirem travas e roerem madeira, certifique-se de que seu quintal seja à prova de fugas, ou ele vai desaparecer da sua vista como mágica. Fique atento!

Saúde

Embora seja uma raça bastante saudável, os labradores podem apresentar alguns problemas de saúde comuns, como no quadril, cotovelo e olhos.

– Dieta: uma boa dieta é essencial para manter o cachorro saudável e forte. Como os labradores têm necessidades únicas, é importante alimentá-los com rações próprias para a raça, e de acordo com sua idade. Eles têm tendência a engordar e gostam muito de comer; por isso, não ofereça mais do que a quantidade recomendada para a idade do seu cachorro.

– Quadril: displasia de quadril é uma doença genética que causa má formação das articulações do quadril durante o crescimento do labrador retriever. Além de fazer o cão sentir dor, essa condição costuma causa artrite, o que agrava o problema.

– Cotovelo: assim como a displasia de quadril, a displasia de cotovelo é uma doença que torna a cartilagem da articulação do cotovelo grossa e danificada. Pode causar dores crônicas, além de deixá-los propensos à artrite.

Nível de exercícios do cachorro

Como o labrador tem bastante energia, é importante manter uma rotina de exercícios diária. E por isso também é recomendável criá-los em ambientes cheios de espaço, para que eles possam se movimentar livremente. Por serem muito ativos, precisam de atividades diárias de 60 minutos e caminhadas de cerca de 3 km por dia. Labradores também são apaixonados por água: sempre que possível, deixe-o nadar e se divertir – sob sua supervisão, é claro.

Preço

Por serem uma das raças mais populares e bastante amigáveis, os labradores são bastante procurados. Se perguntou quanto custa um labrador? O preço de um filhote da raça varia entre R$ 400 e R$ 2.000 — o valor foi calculado com base no preço de filhotes da raça nos principais sites de venda do país.

Antes de decidir comprar um cachorro, lembre-se que existem muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs à procura de uma família amorosa. Adotar é tudo de bom! 🙂

Curiosidades

– Pescadores: os labradores são originários da costa norte de Terra Nova, no Canadá. O nome da raça se deve ao fato de serem cães originalmente usados como de força de trabalho. Eles ajudavam os pescadores a recuperar peixes que haviam caído das redes – e cumpriam muito bem a missão.

– Faro: embora todos os cães tenham um olfato apurado, os labradores têm um faro excepcional. Eles conseguem encontrar vítimas de avalanches enterradas sob seis metros de neve e podem detectar odores que mesmo algumas das nossas tecnologias mais avançadas não conseguem encontrar.

Censo Canino

Ranking de popularidade: o labrador é a 9ª raça mais popular do Brasil

Nomes mais comuns: Mel e Bob (veja o top 10 no fim do post!)

Média de idade: a a maioria dos labradores do Brasil tem entre 2 e 4 anos

Cidades do Brasil com mais Labrador Retriever

Imbituba – SC

10.3%

Petrolina – PE

9.5%

Bertioga – SP

9.1%

Ibirité – MG

8.7%

Caruaru – PE

7.9%

Gostou? Compartilhe!

Experiências com Labrador Retriever

  1. Nina , 1 ano e 6 mese ano

    Saúde

    Sociabilidade

    Energia

    Facilidade de treinar

    Nível de cuidados

    A Nina e super ativa adora brincar e correr no quintal, foi a melhor coisa que eu arrumei pois adotei ela com 11 meses apos ser largada na rua…ela e tudo pra mim uma super companheira pra tudo esta sendo treinada pois come tudo que vê pela frente…minha princesa

    22 de novembro de 2018

  2. Thor , 5 anos anos

    Saúde

    Sociabilidade

    Energia

    Facilidade de treinar

    Nível de cuidados

    Thor, é maravilhoso. Ele literalmente salvou a minha vida ! Um grande amigo. Porém, ele tem displasia de joelho e alergia crônica. A raça é maravilhoso, não me arrependo mesmo.

    18 de outubro de 2018

  3. Lola e Max , 2 anos e 9 meses, respectivamente anos

    Saúde

    Sociabilidade

    Energia

    Facilidade de treinar

    Nível de cuidados

    Lola e Max são muito mais do que pedi a Deus! São extremamente carinhosos, curiosos, inteligentíssimos, não demandam muitos cuidados, são super ativos, amam brincar, passear, se dão extremamente bem com crianças, adoram fazer novas amizades. Max é mais comunicativo, late para avisar quando está na hora de acordar os papais, brincar, passear e comer! Sério, que raça fenomenal! Recomendo!

    12 de outubro de 2018

  4. Ted , 7 anos

    Saúde

    Sociabilidade

    Energia

    Facilidade de treinar

    Nível de cuidados

    Ted tem hérnia de disco mas nem parece, com tratamentos hoje ele não sente mais dor e é louco para passear. Eu amo meu Ted e já fico pensando no dia que ele se for.

    8 de outubro de 2018

  5. Tayler , 8 anos anos

    Saúde

    Sociabilidade

    Energia

    Facilidade de treinar

    Nível de cuidados

    Meu melhor companheiro!

    24 de setembro de 2018

Compartilhe sua experiência

Saúde

Socialidade

Energia

Facilidade de treinar

Nível de cuidados