cachorro-jack-russell-3

Sabe aquele camarada que chega e fala “vem comigo que no caminho eu te explico”? Se ele fosse um cachorro, certamente seria da raça jack russel terrier. É impressionante como a raça está sempre disposta a tudo! Sobe, desce, pula, cava buracos, tudo isso ligado nos 220V de puro entusiasmo. E é bom que seu tutor tenha o mesmo pique que ele. Assim, serão grandes e inseparáveis companheiros.

O jack russell é a típica raça de personalidade marcante e independente. Se ele quer fazer alguma coisa e não tem ninguém que o acompanhe, vai só mesmo. Mas calma! O jack não sai por aí, à deriva. Esse pet consegue pensar muito além da maioria, então toma suas próprias decisões. Simples assim. Um investigador nato, o jack russell vai fazer de tudo para encontrar, por conta própria, um meio de chegar ao seu coração.

Origem: Inglaterra

Peso: 9-13 kg

Altura: 30-35 cm

Expectativa de vida: 12-14 anos

História

Antes de falar da raça jack russell, é bom saber o porquê de alguns cães receberem o sobrenome “terrier”. Os “terrier” são um grupo de cães de caça, de pequeno a médio porte, encontrados na Europa, especificamente na Inglaterra. Por seu tamanho mais compacto e suas habilidades estratégicas, foram muito utilizados pelas famílias para várias finalidades. Astutos, procuravam logo a resposta para qualquer enigma que aparecesse.

Foi assim que, em meados de 1880, no Sul da Inglaterra, a história do jack russell se inicia. Na época, um senhor muito distinto, o Reverendo John, nomeou a raça: “The Sporting Parson Russell”. Aliás, este é um dos nomes pelos quais a raça também é conhecida. Seu tutor a amava muito e criou seus cães para caçarem raposas. Como ela é um animal muito inteligente e astuto, somente outro animal assim conseguiria dominá-la.

Quanto à sua ancestralidade, acredita-se que o cruzamento entre as raças old english white terrier e o terrier preto e dourado tenham originado o jack russell. O primeiro mais atlético, médio porte; e o segundo, mais dócil e pequeno. Isso contribuiu para dar agilidade e ao mesmo tempo doçura à raça jack russell terrier que conhecemos hoje.

Características

Cores da raça

Como numa equação genética equilibrada e certeira, o jack russell traz em sua pelugem traços visíveis de sua ancestralidade. Ele pode ser branco e preto, branco e marrom ou uma mesclagem destas cores. A cor branca sempre será predominante em seu corpo. As cores preta e marrom estão presentes com intensidade na região dos olhos, orelhas e dorso. Geralmente, sua cauda é totalmente branca, podendo, por eventualidade, apresentar um degradê das cores citadas.

Temperamento do jack russell terrier

O temperamento do jack russell é um caso também à parte. Ele é um cão enérgico, alegre e bastante leal a quem ele ama. Mas exigirá reciprocidade, viu? Além disso, quando falar com ele, esteja certo do que vai dizer e como dizer. É a típica raça teimosa e que não aceita ser comandada por qualquer um.

Em vários momentos ele vai mostrar sua inteligência a você. Inteligência e autonomia, na verdade. Experimente dar uma bolinha ou um bicho de pelúcia para ele brincar! O jack russell vai ficar tão ocupado com isso que poderá passar horas correndo atrás de seu brinquedo. Ele é uma ótima companhia para quem tem boas ideias para se divertir, e principalmente pique para bancá-las, é claro.

Além disso, a raça jack russell consegue se adaptar bem em qualquer ambiente. Casa, apartamento, fazenda, etc. Basta você separar um espaço adequado para ele que está tudo certo! Contudo, fica um alerta: ele é um cão caçador. E o que isso implica? Implica seu tutor fazê-lo gastar toda sua energia, e recomenda-se isso fora de casa. Ou você quer que seus móveis recebam um “tratamento especial” da fúria artística desse nosso pequeno furacão?

A raça com crianças, estranhos e outros animais

E, justamente por ser um pequeno turbilhão de emoções, alguns cuidados devem ser tomados. Não é recomendável deixá-lo com outros cães ou animais menores. Isso por conta de seu instinto de caça. Basta ver um porquinho-da-índia dando sopa que o negócio pode pegar fogo! Mas não pense que o jack russell é um cão agressivo ou coisa do tipo. É apenas seu instinto caçador mesmo. Essa é uma das raças mais corajosas que existem.

E a raça se dá bem com crianças mais velhas. Às mais novas é prudente que não fiquem importunando o jack, muito menos puxando seu rabo e orelhas (ele odeia isso!). Evite também que estranhos e animais pequenos cheguem perto dele sem a devida supervisão.

O jack late muito?

Não, ele não late muito. Só quando está feliz ou não foi com a cara de algum estranho que ele emite um sinal de alerta. Mas, em todo caso, é um cão tranquilo.

A raça é destruidora?

Moderadamente destruidora. Mas não é preciso esconder os móveis do jack russell! Ele é um cão que é muito inteligente e cheio de energia. Então, basta levá-lo para extravasar esse potencial energético que tudo ficará bem.

O jack é agitado?

A raça jack russell terrier é naturalmente disposta a tudo. Se você for uma pessoa que não gosta de sair e passear, provavelmente ele vai chamar sua atenção. Prepare-se para as mais divertidas peripécias.

Cuidados

– Alimentação: não há restrição alimentar à raça, mas também não é recomendável não se preocupar com isso. Antes de mais nada, entre em contato com seu veterinário e veja quais alimentos são permitidos ao seu cachorro da raça jack russell.

– Aparência: por ele ter um pelo curto e liso, você pode escová-lo uma vez por semana para tirar células e pelos mortos. O banho deve ser mensal, apenas. Já as unhas devem ser aparadas mensalmente e as orelhas verificadas com certa regularidade. Pode haver detritos ou excesso de cera por debaixo delas.

– Treinamento: como você pode perceber, o jack russell pode gostar (e até precisar) de treinamento. Há serviços de adestramento adequados à raça, algo que também pode ser feito em casa. Mantenha sempre o bom humor quando decidir treiná-lo, além do pique e energia suficientes. Cães como o jack ficam entediados com métodos de ensino lentos ou sem ânimo.

Saúde

A raça jack russell é bastante forte e saudável. Mas é claro que, como qualquer cachorro, pode apresentar algum problema de saúde durante a vida. Sendo assim, é interessante ficar de olho nas possíveis alterações de saúde que ele pode vir a ter:

– Luxação patelar: é um problema que pode afetar o ligamento das patas do cachorro. O animal apresenta nesse caso dificuldade para se locomover, certo inchaço na região e dor. Em alguns casos, é necessário fazer cirurgia.

– Surdez congênita: embora seja mais frequente em humanos, o jack russell pode ser afetado também. É um tipo de surdez que o acompanha desde o nascimento. A raça dos terrier sofre desse mal. Se você, então, perceber que o seu cão não responde a brincadeiras ou chamados, leve-o ao veterinário o quanto antes.

– Distúrbios oculares: os mais conhecidos que afetam a raça são a catarata e o glaucoma. A primeira é uma doença hereditária; a segunda, é uma condição do aumento da pressão no globo ocular. O aconselhável ao perceber que o jack apresenta alguma alteração ocular é levá-lo ao veterinário rapidamente.

Nível de exercícios do cachorro

O nível de exercícios para o jack russell deve ser alto, porque ele tem muita energia acumulada. É recomendável levá-lo para correr pelo menos três vezes por semana, e nos demais dias fazer caminhadas pelo bairro. Além disso, cuidado com o jack quando for andar com ele por aí. Certifique-se que a coleira está bem colocada, porque o entusiasmo dele é capaz de arrebentá-la, dando início a uma corrida frenética sua atrás dele. Ele não é de ficar parado, não. Prepare-se para entrar em forma!

Preço

Quem sonha em ter um filhote do cachorro do Máskara esbarra na dúvida: quanto custa um jack russell? O preço pode variar de R$ 1.500,00 a R$ 7.500,00 — o valor foi calculado com base no preço de filhotes da raça nos principais sites de venda do país.

Antes de decidir comprar um cachorro, lembre-se que existem muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs à procura de uma família amorosa. Adotar é tudo de bom! 🙂

Curiosidades

– Cinema: nos anos 90, o sucesso do cinema e dos desenhos animados, “O Máskara”, teve como coadjuvante um cachorro da raça jack russell terrier. Foi o xodó da criançada e ainda é até hoje. Aliás, há mais filmes em que o jack acaba roubando a cena também. Vale a pena conferir!

– Caçador de raposas: somente um cachorro muito inteligente consegue capturar uma raposa felpuda! Não é à toa que está praticamente no DNA do jack russell caçá-la. Ele é até hoje o cão preferido para caçar, proteger e guiar caçadores pelas florestas da Europa.

Censo Canino

Ranking de popularidade: o jack russell terrier é a 31ª raça mais popular no Brasil

Nomes mais comuns: Frida e Bob (veja o top 10 no fim do post!)

Média de idade: a maioria dos jack russells do Brasil tem entre 5 a 7 anos

Cidades do Brasil com mais Jack Russell Terrier

Eusébio – CE

0.02%

Lavras – MG

0.02%

Itupeva – SP

0.02%

Mogi Mirim – SP

0.01%

Macapá – AP

0.01%

Gostou? Compartilhe!

Compartilhe sua experiência

Saúde

Socialidade

Energia

Facilidade de treinar

Nível de cuidados