raça de cachorro buldogue inglês

Não se engane com a cara de mau: o buldogue inglês é um cachorro adorável, gentil e que ama a sua família! Também conhecida por bulldog ou bulldog inglês, a raça só aparenta ser feroz e mau humorada – na verdade, é um cachorro espirituoso, divertido e brincalhão. Ele pode ser um pouco teimoso e exigir uma boa dose de paciência para ser treinado. Mas não desista, pois eles costumam ter sucesso nesse desafio.

O buldogue inglês adora brincar com crianças e tem boa energia para isso enquanto filhote. No entanto, conforme amadurece, esse cachorro fica mais calmo e um tanto preguiçoso, preferindo ficar com a garotada apenas por um tempo e só observá-los de longe – melhor ainda se for ao lado de seu tutor ganhando carinho.

Origem: Inglaterra

Peso: 18-22 kg

Altura: 35-38 cm

Expectativa de vida: 8-10 anos

História

Embora a origem do buldogue não seja bem documentada, alguns pesquisadores acreditam que ele seja descendente dos antigos mastiffs, originários da Ásia. Acredita-se que os antigos nômades trouxeram a raça com eles quando chegaram à Europa. Já outros historiadores creditam a origem da raça a uma espécie extinta, conhecida como “alaunt”, “alaune” ou “allanî”.

O que se sabe é que os buldogues, por serem conhecidos por sua coragem, força e capacidade de suportar dor, foram usados por muito tempo em um esporte sangrento de luta contra touros. Depois da extinção da luta com touros em 1835, um pequeno grupo de ingleses se dedicou a preservar a raça e tentar limpar seu passado agressivo e feroz.

Com o passar do tempo, a raça foi refinada com a reprodução, gerando o cão que conhecemos hoje: dócil, gentil e companheiro. A partir de então, passou a ser adotado como cão de companhia.

Características

Cores da raça

As cores do buldogue inglês variam entre malhada, vermelha, amarela, creme, ou uma mistura de uma dessas cores com branco. A cor preta não é muito comum na raça, e é considerada indesejável para reprodução e exibição, caso você queira um cachorro para competições.

cores-buldogue-ingles-1

Temperamento do buldogue inglês

Os buldogues ingleses costumam ser tranquilos e ter uma quietos, mas também podem ser grandes brincalhões – isso quando querem, pois tendem a ser bastante teimosos. Apesar disso, conseguem ser treinados com sucesso para competições de desempenho.

Muito inteligente, o buldogue gosta de fazer tudo à sua maneira, e não aceita muito voz de comando. Por isso é recomendável a prática de treino de curtos períodos, e sempre com muita paciência e gentileza.

A raça com crianças, estranhos e outros animais

Bem protetor, o buldogue adora uma tarde relaxante na companhia da família, mas pode não aceitar bem a companhia de estranhos, tanto de outras raças caninas quanto de humanos. Para que seu buldogue seja mais sociável, ele precisa de treinos de obediência e socialização desde filhote.

Para as crianças, esse cachorro é um ótimo companheiro, mas pode não ter tanta energia quanto elas gostariam. Apesar disso, o buldogue costuma apresentar um comportamento bastante paciente com elas, ainda mais se tiverem sido criados juntos desde cedo.

O buldogue inglês late muito?

Não. Por ser um cão calmo e tranquilo, o buldogue inglês não costuma latir muito. Mas se uma ameaça se apresentar, ele vai latir para chamar a atenção de seu tutor.

A raça é destruidora?

Pode ser. O buldogue é um cão muito forte e tem uma mandíbula boa de morder e roer. Apesar disso, ele é um amor, mas não gosta muito que seu tutor o deixe em casa sozinho. E, para demonstrar isso, ele vai fazer um escarcéu! Então não se admire se um dia chegar em casa e tudo estiver fora do lugar, inclusive alguns objetos roídos. Considere adestrá-lo para evitar problemas (como objetos mordidos!).

O buldogue inglês é agitado?

Não. Apesar de precisar de boas doses de exercícios, o buldogue não costuma ser muito agitado. Na infância ele pode demonstrar um comportamento mais afoito e brincalhão, mas se acalma conforme vai chegando à idade adulta. O adestramento também pode ajudar bastante a acalmar seu bichinho.

Cuidados

Se você pensa em adotar um buldogue inglês, saiba que a raça possui algumas particularidades que devem ser consideradas. Conheça as principais:

– Dobrinhas: lenços umedecidos são grandes aliados que facilitam a tarefa diária de limpar as dobrinhas típicas do buldogue inglês, que também devem estar secas. O objetivo é impedir que a umidade ou o acúmulo de sujeira gere infecções e dermatites.

– Pelos: o pelo do buldogue inglês é curto e não demanda tosa. A queda de pelos do buldogue inglês é ocasional, mas ainda assim são recomendadas escovações semanais.

– Unhas e orelhas: as quando acostumados desde filhotes, os buldogues ingleses colaboram com a limpeza das orelhas e o corte das unhas. São tarefas fundamentais, tanto para o conforto do cachorro ao andar (no caso das unhas), como para a manutenção da saúde do ouvido do cachorro.

– Dentro de casa: é o lugar ideal para um buldogue inglês, já que se trata de uma raça que, como outros cães de cara amassada, não responde bem às mudanças bruscas de clima ou temperaturas excessivas.

– Barulho: cães braquicefálicos têm uma tendência a fazer barulho (semelhante a um ronco) pelo simples ato de respirar, graças ao formato de seu focinho, que é mais achatado e causa dificuldade para respirar.

– Banhos: como o pelo é curto, não é necessária uma frequência de banho muito alta. Aliás, o excesso de banhos e de shampoo pode provocar irritações na pele (dermatites), fungos e uma série de problemas dermatológicos. Se você mesmo der banho no cachorro, fique atento à temperatura do secador, especialmente na cabeça – a alta temperatura pode ressecar e irritar os olhos.

Saúde

O focinho amassado e as dobrinhas no rosto são os principais pontos de atenção da saúde dos buldogues ingleses. Veja alguns aspectos que merecem atenção:

– Focinho achatado: o buldogue inglês faz parte do grupo de cachorros que tem focinho achatado (síndrome braquicefálica), assim como o buldogue francêspug, o shih tzu e outros. Isso dificulta a respiração e o deixa mais sensível ao calor, frio e umidade intensos. Pelo mesmo motivo, ele não pode fazer exercícios físicos muito intensos (como corridas vigorosas).

– Dobrinhas: aquelas ruguinhas fofas no rosto do buldogue inglês favorecem o surgimento de irritações e alergias de pele (dermatites), um problema comum nessa raça e que também pode aparecer em outras partes do corpo. Mantenha as dobrinhas limpas com soro fisiológico e sempre as seque bem para prevenir o surgimento de infecções e mau cheiro.

– Joelho: por ser pequeno, ele tem predisposição a ter luxação da patela, quando o osso do joelho se desencaixa da articulação e causa dores e falta de mobilidade.

– Peso: buldogues ingleses adoram comer e são propensos a engordar. A obesidade pode facilitar o surgimento de problemas respiratórios (ou agravar os já existentes), além de sobrecarregar coluna, articulações e ossos. É mais um aspecto que destaca a importância das atividades físicas.

Nível de exercícios do cachorro

O buldogue inglês não é conhecido por ser a raça mais ativa. Mas não se engane: ele adora passear e conhecer o mundo. E como esse pet tem tendência à obesidade, as caminhadas são sempre bem-vindas! O ideal é que ele ande aproximadamente 8 km por semana: pouco mais de 1 km por dia. A recomendação é de 30 minutos de atividades diárias.

Preço

Se você se encantou pela raça, surge a pergunta: quanto custa um buldogue inglês? O preço de um filhote de buldogue inglês pode variar de R$ 1.000 a R$ 8.000 — o valor foi calculado com base no preço dos principais sites de venda do país.

Antes de decidir comprar um cachorro, lembre-se que existem muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs à procura de uma família amorosa. Adotar é tudo de bom! 🙂

Curiosidades

– Tom & Jerry: se você gosta de desenhos animados, certamente já assistiu Tom & Jerry, e talvez já tentado adivinhar qual a raça do Spike, o cachorro com quem Tom sempre arruma confusão. O Spike é um buldogue inglês! Mas embora o Spike seja bravo, não precisa se preocupar, a raça é bastante dócil.

– Famoso: lembra do filme A dama e o vagabundo, da Disney? O buldogue inglês faz uma pontinha no filme: ele é um dos amigos do Vagabundo que o ajudam a ficar com a Dama.

– Origem do nome: o nome “bull” aparece em bulldog devido à conexão com o bull-baiting, um esporte sangrento que consistia, basicamente, em uma espécie de prática de rinha entre cães e touros.

Censo Canino

Ranking de popularidade: buldogue inglês é a 17ª raça mais popular no Brasil

Nomes mais comuns: Lola e Boris (veja o top 10 no fim do post!)

Média de idade: a maioria dos buldogues ingleses do Brasil tem até 1 ano

Cidades do Brasil com mais Buldogue Inglês

Lagoa Santa Goiás – GO

5.9%

Jaguariúna – SP

4.5%

Brusque – SC

4.1%

Esteio – RS

4%

Capão da Canoa – RS

3.8%

Gostou? Compartilhe!

Compartilhe sua experiência

Saúde

Socialidade

Energia

Facilidade de treinar

Nível de cuidados