raça de cachorro buldogue francês

O buldogue francês, bulldog francês (em inglês) ou ainda bulldogue francês (forma incorreta, que mistura inglês e português), também conhecido como frenchie, conquistou legiões de fãs por sua cara amassada. Essa raça é muito leal aos donos e, por isso, é uma ótima companhia para quem mora sozinho ou convive com crianças pequenas em casa. O buldogue francês é carinhoso, adora brincar e precisa de poucos exercícios físicos e cuidados. Pode ser um pouco teimoso no início e exigir pulso firme na hora do treinamento, mas, com a dose certa de paciência para entender a rotina da casa, aprende como deve se comportar: a raça é muito inteligente e ama agradar!

Origem: Inglaterra

Peso: 9-13 kg

Altura: 30-35 cm

Expectativa de vida: 12-14 anos

História

O buldogue francês surgiu na Inglaterra, no século 19, como um descendente do buldogue inglês, raça muito comum no país naquela época. Com a Revolução Industrial, os artesãos de Nottingham, especialistas em costurar renda, foram substituídos por máquinas e acabaram se mudando para a França. Esses profissionais tinham em casa buldogues menores —  os descendentes dos buldogues ingleses e dos pugs! — que seguiram junto na mudança de país. O buldogue francês logo se tornou muito popular entre artistas e a alta sociedade francesa.

Na época em que se popularizaram na França, os buldogues franceses eram divididos em dois tipos principais. O primeiro deles tinha orelhas similares às do buldogue inglês e o outro apresentava as famosas “orelhas de morcego”, hoje reconhecidas como uma das mais marcantes características da raça. O segundo grupo é o dos frenchies que conhecemos hoje.

Características

Cores da raça

A principal cor da pelagem do buldogue francês é fulvo (um tom próximo do caramelo, que tem variações desde as mais avermelhadas às mais escuras, próximas do café com leite). Apesar disso, existem diversas outras variações de cores para a raça. Algumas delas são o fulvo com manchas (também chamados de tigrados); branco com manchas ou tigrado; preto com manchas ou tigrado; ou totalmente preto.

Nem todas as cores de buldogue francês são reconhecidas pelo Club du Bouledogue Français, que é a instituição responsável por determinar o padrão da raça internacionalmente. Segundo ele, as cores originais da raça são o fulvo (pode ter manchas brancas) e o tigrado (tanto o claro quanto o escuro).

Temperamento do buldogue francês

A função original do buldogue francês é de cão de companhia. Eles foram criados para serem bons companheiros, e isso influencia seu temperamento até hoje. É por isso que a raça exige muita atenção, interações e contato com seu tutor. Eles são muito dependentes e, caso não recebam a dedicação necessária, podem desenvolver transtornos como ansiedade de separação.

O buldogue francês é inteligente, mas pode ser um pouco teimoso: ele exige paciência durante o treinamento. Eles amam agradar seus tutores, então assim que aprenderem que devem agir de determinada maneira ou descobrirem um novo truque, vão repeti-lo para alegrar seus donos. A raça também prefere ritmos mais lentos por não ter tanta energia.

Como fazem parte do grupo de raças com síndrome braquicefálica (por conta do focinho achatado e outras alterações em sua anatomia), o buldogue francês sofre com dificuldades respiratórias, que também limitam atividades físicas.

A raça com crianças, estranhos e outros animais

O buldogue francês é uma ótima companhia para crianças. A raça é muito afetuosa e desenvolve um instinto protetor em relação aos pequenos, o que quer dizer que vai protegê-los sempre. Os frenchiestambém costumam ser muito sociáveis com humanos e outros animais, desde que o contato com pessoas e cachorros seja estimulado desde filhotes. Como adora brincadeiras e é muito carinhoso, o buldogue francês faz amigos (humanos ou caninos) com facilidade.

O frenchie late muito?

Não! O buldogue francês dificilmente late, a não ser que esteja em busca de atenção do tutor. Como tem um baixo nível de energia, a raça não costuma ser do tipo de cachorro que late para outros animais na rua ou mesmo para estranhos.

A raça é destruidora?

Pode ser. Como é uma raça que exige muita atenção do tutor, o buldogue francês pode desenvolver comportamentos destrutivos se ficar sozinho por muito tempo ou se for ignorado. Mas a raça também é muito inteligente e, com paciência, pode ser treinada e aprender como deve ou não deve se comportar.

O frenchie é agitado?

Não muito! A raça tem pouca energia, por isso não demanda muitas atividades e nem é muito agitada. São cães tranquilos e amorosos e, com muita atenção e carinho, desempenham como ninguém sua função de cão de companhia. Muitas vezes, o buldogue francês pode se animar com o convite para uma brincadeira mais agitada, mas os tutores devem estar atentos e evitar que o animal se canse demais — o que pode causar problemas de saúde por seu focinho achatado.

Cuidados

O buldogue francês tem algumas peculiaridades que devem ser consideradas por quem pensa em adotar um. Veja as principais:

– Dentro de casa: a raça não lida bem com  mudanças de temperatura bruscas do clima, por isso o ideal é que possa ficar dentro de casa.

– Atenção: amor e disposição são fundamentais em um tutor de buldogue francês: os frenchies são muito apegados aos pais humanos e adoram passar tempo com eles.

– Barulho: apesar de não latir com frequência, o buldogue francês é conhecido por roncar. Isso acontece pelo formato de seu focinho, mais achatado, que causa dificuldade para respirar.

– Banhosbanhos e o uso do shampoo devem ser ocasionais. O excesso deles pode causar dermatites.

– Filhotes: fêmeas de buldogue francês geralmente precisam de cesarianas por uma desproporção feto-pélvica — quando os filhotes são muito grandes para o canal de parto, no corpo da mãe. Os machos também merecem atenção: a cruza pode estressá-los e causar problemas respiratórios. Por isso, o ideal é deixar a cruza entre cachorros da raça para profissionais.

Saúde

A raça exige alguns cuidados. Especialmente pelo focinho achatado e pelas dobrinhas no rosto, é preciso atenção para cuidar de um buldogue francês. Veja os principais pontos de atenção dos frenchies:

– Focinho achatado:  focinho achatado dificulta a respiração do buldogue francês, o que o torna menos tolerante a coisas como calor, exercícios físicos e até mesmo estresse.

– Cara amassada: raças de cachorro com dobrinhas no rosto exigem limpeza constante da área com soro fisiológico (e secagem!). Limpar bem e não deixar as curvas úmidas evita mau cheiro e infecções.

– Coluna: como outras raças de cachorro pequenas, o buldogue francês pode sofrer uma degeneração prematura das vértebras da coluna, que pode levar a doenças.

– Obesidade: o buldogue francês exige um baixo nível de atividades físicas, o que pode fazer com que ele ganhe peso facilmente — e também pode agravar os problemas na coluna.

– Dentes:  o buldogue francês é mais propenso a ter doenças dentárias e bucais. É importante escovar os dentes de cães da raça pelo menos três vezes por semana e fazer visitas ao veterinário.

Nível de exercícios do cachorro

Os frenchies exigem pouco exercício físico, mas adoram saídas para a rua. A raça adora caminhadas diárias, mas, como sofre com problemas de respiração, as atividades  devem ser leves e de no máximo 30 minutos, para que o cachorro não canse demais. O ideal é que ele ande aproximadamente 10 km por semana, cerca de 1,5 km por dia. Além disso, por conta do focinho achatado, as atividades físicas na rua devem ser evitadas em dias muito quentes e úmidos.

Preço

Quem sonha em ter um filhote de frenchie esbarra na dúvida: quanto custa um buldogue francês? O preço pode variar de R$ 1.200 a R$ 5.000 — o valor foi calculado com base no preço de filhotes da raça nos principais sites de venda do país.

Antes de decidir comprar um cachorro, lembre-se que existem muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs à procura de uma família amorosa. Adotar é tudo de bom! 🙂

Curiosidades

– Ancestrais: um dos ancestrais do buldogue francês é o buldogue inglês.

– Sucesso:  a raça alcançou um pico de vendas em 1913, resultado de uma apresentação dos buldogues franceses feita por um clube de criadores em Nova Iorque. Os frenchies saíram na revista Vogue e se tornaram famosos.

– “Orelhas de morcego”: uma das características mais marcantes do buldogue francês, as “orelhas de morcego” poderiam não existir hoje. Elas foram resultado de cruzas realizadas por americanos.

Censo Canino

Ranking de popularidade: o buldogue francês é a 7ª raça mais popular no Brasil

Nomes mais comuns: Lola e Boris (veja o top 10 no fim do post!)

Média de idade: a maioria dos buldogues franceses do Brasil tem até 1 ano

Cidades do Brasil com mais Buldogue Francês

Niterói – RJ

8.3%

Nova Friburgo – RJ

8.2%

Rio de Janeiro – RJ

8.2%

São Pedro da Aldeia – RJ

7.8%

Campina Grande – PB

7.3%

Gostou? Compartilhe!

Compartilhe sua experiência

Saúde

Socialidade

Energia

Facilidade de treinar

Nível de cuidados