Essa é uma das etapas mais importantes para os clientes, pois eles podem acompanhar à distância a experiência de deixar o pet em um lar de verdade.

Durante as hospedagens os tutores querem acompanhar como está sendo a estadia do cachorrinho deles em sua casa. Não só por ficarem preocupados, mas também porque sentem falta dos filhos peludos e querem assegurar que eles estão aproveitando a hospedagem e se divertindo.

Por isso, você deve se esforçar ao máximo para que eles se sintam mais tranquilos e te enxerguem como um Anfitrião dedicado e tão preocupado quanto eles!Dog-at-Computer

Muitas pessoas estão utilizando o serviço pela primeira vez e, por esse motivo, costumam  se sentir mais aflitas e inseguras. Você deve ser compreensivo nessas situações e tentar tranquilizá-las o máximo possível enviando fotos, vídeos e trocando mensagens com o tutor do cachorrinho durante toda a estadia. 

O que o tutor quer saber? ❓

É importante saber o que comunicar ao cliente para mantê-lo bem informado e tranquilo. No geral, eles querem receber notícias sobre:

  • Alimentação: se o cachorrinho se alimentou normalmente e se comeu toda a porção de ração indicada;
  • Ambientação: se ele conseguiu se ambientar bem ao novo espaço, se não está estranhando, acuado ou isolado em algum cantinho;
  • Temperamento: se ele está agressivo, estressado, ou se está brincando e agindo naturalmente;
  • Passeios: caso uma rotina de passeios tenha sido combinada previamente, se ela foi cumprida, se ele se divertiu e se ocorreu tudo bem;
  • Amigos caninos: caso você tenha cachorros e/ou estiver com outros hóspedes em casa, se ele conseguiu se enturmar e socializar com os demais e se esse convívio está sendo positivo.

 

Seja pró-ativo ☝

Não espere o tutor do cachorrinho solicitar informações sobre ele. Sempre que possível grave vídeos ou fotografe ele brincando, comendo, dormindo, passeando e envie para o tutor da forma que vocês combinarem previamente (pelo aplicativo da DogHero, por e-mail ou outras ferramentas de comunicação). Ele ficará contente de receber essas informações sem mesmo solicitá-las e reconhecerá sua preocupação em mantê-lo sempre informado!

Não restrinja a quantidade de atualizações 💌

A não ser que essa seja a vontade do cliente, não seja restritivo quanto à quantidade de vezes que você passará informações do hóspede por dia. Alguns tutores podem ser mais ansiosos que outros e querer acompanhar mais detalhadamente o dia a dia do cachorrinho. Limitar a quantidade de envio de informações pode parecer que você está fazendo por obrigação e não para mantê-lo tranquilo durante a hospedagem.

Notícias ruins 🙁

Sabemos que todos se esforçam para que os hóspedes fiquem bem e que a estadia ocorra sem nenhum tipo de problema ou transtorno. Porém, imprevistos podem acontecer, como o cachorrinho não querer se alimentar, adoecer ou se machucar. Nestes casos você também precisa informar o tutor. Ele é o responsável pelo pet e deve ser comunicado sobre qualquer problema que possa vir a acontecer.

Dar uma notícia desagradável ou ruim não é bacana, mas é o correto a fazer, e é mais fácil de lidar com a situação se o cliente estiver ciente dela. Evitar contar para os tutores qualquer tipo de situação negativa pode piorá-la, além de fazer com que ele não confie mais em você.

Por isso, em todas as situações, entre em contato com o cliente e o mantenha sempre informado, pois isso também demonstra sua preocupação e atenção com o cachorrinho dele!

Lembre-se que o seu hóspede é membro de uma família e tratado como tal. Durante o período em que a família dele estiver ausente, você tem o papel de diminuir essa saudade sendo uma fonte de informações sobre o cachorrinho.

Mantendo contato com os tutores através de mensagens, fotos e vídeos diários você tranquilizará essa família, fazendo com que ela possa aproveitar sua viagem ou compromisso sem preocupações, além de melhorar ainda mais a experiência dela de hospedar o pet com você! 👌