Saiba quais itens você deve ter em casa para ajudar os hóspedes em casos de pequenos acidentes e a lidar com essas situações!

Mesmo tomando muito cuidado, imprevistos podem acontecer durante as hospedagens: cortes, arranhões, irritações e machucados. Muitas vezes esse tipo de situação pode não ser grave, bastando apenas uma boa higienização da área, um curativo e observação.

Assim como para nós humanos que temos uma “farmacinha” em casa com analgésicos, remédios de uso comum, curativos e antisséptico, é importante que você também tenha em casa uma caixinha de primeiros socorros para pets. Com alguns poucos itens é possível ajudar o hóspede num primeiro momento, até mesmo para verificar a gravidade da situação.

A veterinária DogHero, Ingrid Stein, montou como sugestão uma lista dos itens mais importantes:

  • Gaze;
  • Esparadrapo;
  • Atadura;
  • Algodão;
  • Sabão neutro (sem perfume ou corante);
  • Antisséptico com clorexidina (como Merthiolate);
  • Soro fisiológico;
  • Soro fisiológico estéril (para os olhos): vendido em frascos menores, como doses únicas;
  • Tesoura sem ponta;
  • Pinça de sobrancelha para retirar farpas ou pequenos espinhos (de uso exclusivo dos pets)
  • Termômetro;
  • Luva de látex;
  • Seringa sem agulha ou conta-gotas para dar remédio pela boca;
  • Água oxigenada: para verificar se eventuais pontos vermelhos no vômito ou fezes são sangue.

Mesmo com a caixinha equipada, lembre-se de ter consigo também:

  • Telefone e endereço de uma clínica veterinária ou de um médico veterinário da sua confiança, preferencialmente que ofereça atendimento 24h;
  • Telefone e endereço do veterinário do hóspede;
  • Telefone dos tutores;
  • Telefone de emergência (familiares, amigos ou vizinhos dos tutores, caso você não consiga contatá-los);
  • Histórico de saúde do pet. Você pode colher informações sobre o hóspede seguindo a ficha de check in do animal da DogHero.

Lembre-se: caso você precise fazer uso dos itens da caixinha, é preciso manter a calma. A tranquilidade em limpar os ferimentos e acalmar o cãozinho ajudará você a verificar a dimensão da situação e realizar todos os procedimentos de maneira eficiente e segura. É importante, também, sempre manter o tutor informado do que está acontecendo.

Procedimentos que podem ser feitos em casa

Limpeza de ferimentos

Se houver qualquer ferimento, seja ele um arranhão, um corte, um ralado ou uma mordida, você deve limpar a região atingida. Se a área estiver suja com terra ou grama, por exemplo, em primeiro lugar lave com água corrente e sabão neutro. Após a limpeza das sujeiras “visíveis”, limpe o ferimento com soro fisiológico e use uma gaze para remover qualquer sujeirinha remanescente, pus e sangue.

Dessa forma, você conseguirá ver a extensão do machucado para relatar ao tutor e, assim, decidirem juntos se você mesmo pode fazer um curativo no pet (em casos de lesões superficiais) ou se deve levá-lo ao veterinário. É possível, também, fazer a limpeza do ferimento com algum antisséptico (como Merthiolate) mas, nestes casos, consulte o cliente previamente. Após a limpeza, é importante secar a ferida para evitar a proliferação de bactérias na região e ajudar na cicatrização.

Se o ferimento estiver sangrando, estanque-o pressionando com os dedos  uma  gaze  no local por 20 segundos. Quando remover a gaze, não “esfregue” a ferida – apenas retire a gaze. Sefor um sangramento superficial, ele não voltará a sangrar. Caso  continue a sangrar, volte a pressionar a gaze, coloque uma atadura e leve o cãozinho imediatamente ao veterinário.

Não faça uso de pomadas, analgésicos, antiinflamatórios e antibióticos. Esses medicamentos só devem ser utilizados sob orientação de um médico veterinário ou com a  autorização do tutor.

Remoção de farpas ou pequenos espinhos

É possível retirar pequenas farpas ou espinhos em casa com o auxílio de uma pinça de sobrancelha, desde que o cãozinho permita. Para isso, a mesma limpeza descrita acima deve ser feita antes e após a remoção da farpa.

Caso seja algo maior como um caco de vidro ou um grande espinho, ou até mesmo se o cachorro estiver arisco, não tente remover – apenas faça a limpeza e leve o pet ao veterinário. É importante também higienizar a pinça antes e após o uso lavando-a com água e sabão e deixando de molho por 10 minutos em hipoclorito (1 parte de água sanitária para 4 partes de água).

Limpeza de lesões no olho

As lesões oculares são mais complexas porque o olho é um órgão muito delicado e que deve receber avaliação de um veterinário clínico geral ou oftalmologista. De qualquer forma, a limpeza correta antes de levar da visita ao veterinário pode ser determinante na saúde dos olhos do seu hóspede.

Para isso, você deve utilizar soro o fisiológico estéril (vendida em frascos menores, como doses únicas), gaze ou algodão. Apenas passe a gaze umedecida com a solução estéril nos olhos e não esfregue ou faça força.

Caso alguma substância química caia nos olhos (como desinfetantes, por exemplo), lave bastante com o soro fisiológico estéril e leve o hóspede ao veterinário logo em seguida. Nunca use nenhum tipo de colírio sem a orientação de um veterinário e/ou a indicação do tutor do cachorro.

O que NÃO fazer em nenhuma situação

  • Medicar o hóspede sem orientação de um médico veterinário ou do tutor;
  • Limpar feridas com álcool e desinfetantes;
  • Remover materiais perfurantes (como vidros, pregos e similares) de qualquer parte do corpo do animal por conta própria;
  • Usar água boricada para lavar os olhos. Nos olhos dos pets use apenas soro  fisiológico estéril!

IMPORTANTE

1) Para realizar qualquer limpeza ou procedimento no cãozinho, lave as mãos com sabão neutro antes e utilize luvas de látex . Elas evitarão o contato direto com sangue ou pus, além de não transmitirem sujeiras para os ferimentos do pet.
2) Não é obrigatório ter uma caixinha de primeiros socorros em casa, mas para uma pequena emergência ela poderá ser muito útil e te auxiliar durante as hospedagens. Em casos de acidentes graves como atropelamento, queda de lugares altos, cortes profundos, vômitos e diarréias incessantes, leve o hóspede imediatamente ao veterinário. Clique aqui e saiba como acionar a Garantia Veterinária. Em caso de dúvidas, nós podemos te ajudar! Ligue no número (11)  4063-3710 ou mande um e-mail para contato@doghero.com.br para conversar com nossa equipe.

Fonte: veterinária DogHero Ingrid Stein